22 C
Osasco
4 de março de 2021
Esporte

Técnicos estrangeiros x brasileiros: quem levará a melhor?

As competições da temporada 2020 estão chegando ao fim, com chances de títulos para os dois lados.

No Brasil, nos acostumamos a tratar a classe de técnicos de futebol não como um conjunto único de profissionais, no qual estão ali diariamente exercendo a mesma carreira, mas sim por suas nacionalidades. Nos Jogos de hoje, é como se existissem dois tipos diferentes de professores à beira do campo, os estrangeiros e os brasileiros. Entra ano e sai ano e as discussões são as mesmas a respeito dos comandantes dos times.

Já que essa rivalidade é assunto diário de programas esportivos, jornais e até dentro dos clubes, por alas de dirigentes que tem suas preferências, vamos apontar como está a situação dos dois lados nessa reta final de temporada das competições nacionais e da América.

No Brasileirão, Abel Braga ressurgiu das cinzas, após ser muito criticado por seus últimos trabalhos, dando uma resposta sensacional com o Inter de Porto Alegre. O “Abelão” está perto do título brasileiro, algo que seu atual time não consegue há 40 anos, e se for conquistado definitivamente entrará para a história eterna do time gaúcho. O curioso é que antes disso foi Eduardo Coudet que esteve à frente da equipe, deixando o time como líder ao fim do primeiro turno. O argentino preferiu seguir seus projetos no continente europeu, mas demonstrou toda sua capacidade no curto tempo que esteve à frente do Internacional.

Quem quer roubar esse título do experiente Abel Braga é Sampaoli, outro argentino que vem dando o que falar em terras brasileiras. O comandante do Galo já foi vice-campeão no ano passado com o Peixe, e está fazendo de tudo para ganhar seu primeiro título de expressão a nível nacional no país do futebol. Por fora, correm os brasileiros Diniz, Rogério Ceni, e até mesmo o português Abel Ferreira, do Palmeiras. Vai ser uma briga acirrada esse fim de campeonato.

Já na Copa do Brasil, por falar em Abel Ferreira, o técnico está na final contra o Grêmio de Renato Portaluppi. Será um confronto interessante, para o novato técnico europeu, contra o polêmico técnico do tricolor gaúcho, que em suas entrevistas sempre dá o que falar. Renato Gaúcho já conquistou essa taça e tem experiência na competição. Já Abel Ferreira, chega com ideias novas e quer provar que está preparado para mostrar seu valor.

Por fim, na Libertadores da América teremos um grande duelo. Sim, ele está brigando por mais esse título. Abel Ferreira eliminou o badalado River Plate de Gallardo, considerado por muitos o melhor técnico da América do Sul, e chega com moral para levar o Palmeiras ao seu segundo título continental. Quem desafiará o português é o velho Cuca. O brasileiro já ganhou essa competição com o Atlético Mineiro e, entre ótimos e nem tão bons trabalhos, está sempre na vitrine dos técnicos medalhões brasileiros. O próximo mês promete, e muito, para torcedores, dirigentes e profissionais da imprensa se deliciarem com a velha pergunta: quem é melhor, os gringos ou os brasileiros?

Posts Relacionados

Basket Osasco é campeão da Copa São Paulo

Bruno Schwabenland

Osasco confirma hegemonia no Interclubes de Xadrez e leva o TRI compeonato pra casa

Alessandro Belcorso

Do Audax para a Ponte Preta, meia pode estrear sábado contra o Oeste

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/