22 C
Osasco
29 de outubro de 2020
Barueri

Rede de proteção à mulher continua ativa

Devido às medidas adotadas de prevenção e contingência à propagação do coronavírus (Covid-19), o índice de violência doméstica pode aumentar com o isolamento social.

 

Violência contra a mulher é crime e Barueri tem diversos canais para ajudar na proteção feminina – (foto : divulgação)


O contato maior entre as pessoas que moram na mesma residência e o estresse gerado por ambientes de confinamento podem desencadear no aumento significativo de ocorrências contra a mulher.

 

Porém, a cidade de Barueri conta com amplo sistema de proteção, a fim de combater a violência doméstica. A mensagem que a Secretaria da Mulher e a Secretaria de Segurança da cidade desejam passar para a população é que as mulheres não precisam estar juntas para estarem unidas.

 

A Secretaria da Mulher, por meio do Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (Cram), continua atendendo mulheres vítimas dessas ocorrências, através do telefone 4706-4046.

 

A Delegacia de Defesa da Mulher também continua operando através do telefone 4198-0522 e de forma presencial, para emergências, no endereço avenida Sebastião Davino dos Reis, 756, Vila Porto.

 

A Base Guardiã Maria da Penha atende 24h através do telefone 4194-7562 e presencialmente para emergências no endereço rua Sergipe, 89, Aldeia de Barueri.

 

Não é preciso vivenciar a violência para denunciar, os canais de proteção à mulher darão todo o suporte a quem presenciar qualquer ato ilegal. A ligação pode ser feita de forma anônima.

 

O telefone 180 também funciona como canal de denúncia e de prestação de esclarecimentos para tudo que envolve a violência doméstica.

Posts Relacionados

João Carlos Martins e Orquestra Bachiana abrem Natal Encantado de Barueri no dia 7 

Redação

SADS abre inscrições para cursos de informática 

Alessandro Belcorso

Operário-PR vence, encosta no G4 e afunda Oeste na lanterna da Série B

Bruno Schwabenland

DEIXE UM COMENTÁRIO