22.8 C
Osasco
6 de março de 2021
Cidades

Policiais começam a usar câmeras na farda a partir do dia 1º

“Os policiais não poderão retirar e nem desligar as câmeras. As imagens são transmitidas ao vivo para o Copom e ficarão gravadas em nuvem, não podendo ser apagadas”, disse Doria

Após mais um episódio envolvendo violência policial em São Paulo – uma mulher, de 51 anos, foi imobilizada por um PM com uma pisada no pescoço no bairro de Parelheiros na Capital – o governador João Doria anunciou que a partir do dia 1º de agosto policiais passam a usar câmeras acopladas em suas fardas, registrando toda sua atuação nas ruas.

“Os policiais não poderão retirar e nem desligar as câmeras. As imagens são transmitidas ao vivo para o Copom – central da Polícia Militar – e ficarão gravadas em nuvem, não podendo ser apagadas. Isso vai contribuir para diminuir a violência e aumentar a eficiência da polícia”, informou Doria, em entrevista coletiva, na manhã desta segunda-feira, na qual afirmou repudiar o episódio e classificou a violência como “inaceitável”.

As câmeras não serão adotadas, inicialmente, por todos os PMs que atuam nas ruas. A partir de 1º de agosto, serão 500 unidades. O governo do Estado vai comprar, na sequência, mais 2 mil equipamentos, conhecidos como “body cams”.

Além do caso em Parelheiros, foram registradas, no final de junho, ações de violência policial em abordagem de suspeitos em Barueri e Carapicuíba. Em todos os episódios, os PMs foram afastados das ruas e serão julgados. Doria também já havia anunciado em junho a criação de um programa de retreinamento dos policiais. Desde o início da medida,  28 mil policiais passaram pelo novo treinamento.

Posts Relacionados

Campanha de vacinação contra gripe começa hoje

Joyce Araújo

Prefeitura de Carapicuíba investe em obras de revitalização na cidade

Mariana Domin

Projeto Arte Itinerante estreia com exposição de Mário C. Ramos

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/