27 C
Osasco
29 de outubro de 2020
Esporte Osasco

Osasquense de 7 anos se torna mestre Nacional de Xadrez

Criança de 7 anos que é aluno da Escola de Xadrez Antônio França Garcia, conquistou o título no sábado dia 25 de julho de Mestre Nacional de Xadrez, após vencer o campeonato online. 
Henrique Rocha Muniz. Mestre Nacional do Xadrez. Foto: Divulgação.

No sábado, 25/7, o enxadrista de apenas 7 anos, Henrique Rocha Muniz, aluno da escola de Xadrez Antônio França Garcia, e beneficiário do bolsa atleta do município de Osasco, conquistou o título de Mestre Nacional de Xadrez após ganhar o Campeonato Brasileiro Escolar online.

Na edição de 2020, os campeões adquirem o direito de se tornarem Mestre Nacional, já que a competição é oficial da Confederação Brasileira de Xadrez. O título é vitalício.

O menino prodígio iniciou sua aprendizagem com apenas 5 anos de idade. Segundo sua mãe, Carol Muniz, o início teve alguns atropelos. “Como de hábito para alunos de sua idade, chorava quando perdia de um aluno mais velho, no caso um menino de 12 anos, seu colega em turma de iniciação da professora Iara Lima. No entanto, após duas semanas já superou seu rival”.

Ao ser questionado até onde gostaria de chegar jogando xadrez, Henrique não se fez de rogado: “Quero ser o melhor do mundo”. “Confesso que fiquei surpreso, como qualquer outra pessoa ficaria com resposta tão ambiciosa”, disse o mestre Fide Wagner Madeira.

“Temos excelentes enxadristas em Osasco, como os veteranos Wagner Madeira e Jefferson Pelikian. As revelações Ramon Santana, Gabriela Usui, Vitor Carvalho, Henrique Muniz, entre outros. Isso demonstra o trabalho sério desenvolvido. Parabéns a equipe pelas conquistas”, ressaltou o secretário de Esporte, Recreação e Lazer, Rodolfo Rodrigues Cara.

Posts Relacionados

Secretaria de Esportes de Embu intensifica divulgação para prática esportiva nas escolas

Alessandro Belcorso

Surpresas de ambos os lados na partida entre Atlético Mineiro e Corinthians

Jesse Brito

Osasco participou do Campeonato Nacional de Ginástica Artística, em Santos, e voltou pra casa com a PRATA

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO