21.4 C
Osasco
25 de janeiro de 2021
Esporte Osasco

Osasco quebra invencibilidade do Praia e retoma liderança

Mesmo sem Tandara, desfalque por estar com o coronavírus, o Osasco venceu o Praia Clube ao marcar 3 sets a 2. Tainara foi a maior pontuadora do jogo, com 20 acertos, e Jaqueline a eleita melhor em quadra.
Sem Tandara, Tainara jogou de oposto e foi a maior pontuadora do jogo, com 22 acertos (João Pires/Fotojump)

Dentil/Praia Clube e Osasco/São Cristóvão Saúde protagonizaram nesta quarta-feira (16) a melhor partida da edição 2020/21 da Superliga feminina até agora. Em confronto atrasado da oitava rodada do primeiro turno, o time de Uberlândia recebeu as paulistas, que, mesmo sem Tandara, desfalque por estar com o coronavírus, tiraram a invencibilidade das mineiras ao marcar 3 sets a 2, parciais de 25/21, 26/28, 25/21, 16/25 e 17/15.

Com a ausência de sua principal jogadora no aspecto ofensivo, o Osasco precisou fazer um jogo coletivo forte para conquistar o triunfo. Sem a Tandara, o técnico Luizomar escalou a ponteira Tainara de oposto e a jovem de 20 anos foi a maior pontuadora da partida, com 22 pontos. Mas ela não foi o único destaque, pois Gabi Cândido marcou 19, Mayany anotou 16, e Jaqueline, eleita melhor em quadra, dona do troféu Viva Vôlei, fez 17.

Do lado do Praia Clube, a jogadora que colocou mais bolas no chão foi a ponteira Fernanda Garay, com 18. Já as irmãs Martinez apareceram na sequência com a oposto, Brayelin, anotando 13 e a central, Jineiry, com 15. O Osasco iniciou o embate contra as mineiras na vice-liderança, com 22 pontos, sete vitórias em oito jogos. Com mais dois pontos, o time do técnico Luizomar retoma a liderança com 24, mesma pontuação do Itambé/Minas.

Jaqueline eleita melhor em quadra
Jaqueline foi eleita a melhor em quadra e o Osasco reassumiu a liderança da Superliga (Facebook/osascovoleibolclube)

O time comandado por Luizomar se reabilitou na Superliga, já que vinha de uma surpreendente derrota para o Brasília na rodada passada. Do outro lado, A equipe de Uberlândia entrou para esse duelo ocupando a terceira colocação, com 21 pontos somados, sendo sete vitórias e nenhuma derrota. Com o revês, a equipe dirigida por Paulo Coco não está mais invicto na competição, mas permanece na mesma posição.

O confronto entre Praia Clube e Osasco não aconteceu na data inicial porque o time de São Paulo apresentou quatro casos de coronavírus e, por esse motivo, a partida foi adiada pela CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), respeitando o regulamento da competição. Por causa da pandemia, as partidas da Superliga, nos dois naipes, não estão recebendo público.

+ Confira a tabela da competição

A disputa

A CBV (Confederação Brasileira de Voleibol) divulgou a tabela da Superliga de vôlei feminino 2020/2021. A competição teve início no dia 9 de novembro e conta com 12 equipes participantes.

Na Superliga feminina, estarão na disputa Sesi Vôlei Bauru (SP), Brasília Vôlei (DF), Curitiba Vôlei (PR), Fluminense (RJ), Itambé/Minas (MG), Osasco Audax/São Cristóvão Saúde (SP), Pinheiros (SP), Dentil/Praia Clube (MG), São José dos Pinhais (PR), Sesc RJ Flamengo (RJ), São Paulo/Barueri (SP) e São Caetano (SP).

Vale lembrar que em ambos os naipes neste ano os duelos de quartas de final, semifinais e finais serão todos disputados em série melhor de três. As finais da competição feminina estão programadas para os dias 9, 13 e 16 de abril.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Na última terça, a entidade já havia divulgado como será o protocolo adotado para a Superliga visando o controle sobre o coronavírus. Entre as definições do protocolo, as equipes precisarão realizar testes de coronavírus a cada 15 dias durante a Superliga.

Os resultados deverão ser envidados para a CBV em uma folha timbrada assinada e carimbada pelos médicos das respectivas equipes. Em caso de exames positivos, os atletas ficarão em quarentena por um período de 10 dias.

Posts Relacionados

Chegou a hora! Basket Osasco estreia no Paulista contra o Corinthians

Bruno Schwabenland

O Deputado Federal Kim Kataguiri destinou R$ 2 milhões para Osasco, e veio conferir onde seria aplicado a verba

Redação

Eleições 2020: Justiça Eleitoral determina retirada de propaganda política do candidato a prefeito Rogério Lins

Bruno Schwabenland

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/