21.1 C
Osasco
25 de outubro de 2020
Esporte

FPF suspende três clubes e oito jogadores em caso de suposta manipulação na terceira divisão

Suspeito de aliciar atletas tem celular apreendido pela polícia, mas nega envolvimento
Polícia investiga casos de manipulação de resultados na A3 do Paulista — Foto: Infoesporte

A Federação Paulista de Futebol suspendeu preventivamente o Paulista, o Olímpia e o Barretos de se inscreverem em competições estaduais por causa do suposto envolvimento das equipes em casos de manipulação de resultados na Série A3 de São Paulo. A suspensão é válida até o julgamento dos casos pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva), ainda sem data.

https://globoesporte.globo.com/sp/tem-esporte/futebol/paulista-serie-a3/noticia/fpf-suspende-tres-clubes-e-oito-jogadores-em-caso-de-suposta-manipulacao-na-terceira-divisao.ghtml

Além dos clubes, oito jogadores também foram suspensos preventivamente: um do Paulista, dois do Olímpia e cinco do Barretos.

A decisão foi tomada com base nas imagens de jogos e de relatórios da empresa SportRadar, que faz monitoramento de padrões de apostas em sites. Os clubes e os jogadores podem apresentar recurso à FPF.

Dois jogos da Série A3 têm resultado sob suspeita de manipulação: a goleada do Linense sobre o Barretos por 4 a 0 e a vitória do Olímpia sobre o Paulista por 3 a 2, ambos da 12ª rodada do torneio. O Linense não é considerado suspeito.

A punição aos clubes não os impede de participar da última rodada da A3, prevista para esse final de semana. Os atletas suspensos, porém, não poderão ser utilizados.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo. Na última quarta-feira, o empresário William Pereira Rogatto foi ouvido em depoimento e teve o celular apreendido. Ele é suspeito de aliciar jogadores com a intenção de fraudar as partidas.

Ele foi identificado por um jogador do Paulista, a quem teria oferecido R$ 5 mil para manipular o jogo contra o Desportivo Brasil, da 13ª rodada. O atleta registrou um Boletim de Ocorrência e entregou gravações e imagens à polícia.

O Esporte Espetacular detalhou o modo de agir do suspeito em reportagem no último dia 27 de setembro – relembre no vídeo acima.

Ao Esporte Espetacular, todos os clubes negaram envolvimento e conhecimento das supostas manipulações.

O Barretos informou nesta quinta-feira que pedirá efeito suspensivo da decisão ao TJD:

“A respeito de notícia veiculada pelo site Globo Esporte publicado em 08/10/2020 com o título “FPF suspende três clubes em caso de suposta manipulação na terceira divisão” a diretoria do Barretos Esporte Clube informa que está ingressando com medida de efeito suspensivo junto ao TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) ainda na manhã desta quinta-feira (8).

O presidente Julio Eduardo Addad Samara afirma que nenhum atleta ou diretor foi interrogado pela Polícia Civil ou TJD e por esta razão não justifica a punição, haja vista que não foi dado ainda ao Barretos Esporte Clube o direito de defesa.

fonte: Globo Esporte 

Posts Relacionados

Grêmio Osasco se despede do Paulistão A3 com empate.

Redação

Campanha: “Eu sou uma atleta consciente, eu treino em casa!” é aderido pelas meninas de Osasco

Redação

Audax Fecha A Conta Do Futebol Feminino Com Rebaixamento À A2 Do Brasileiro

Bruno Schwabenland

DEIXE UM COMENTÁRIO