23.8 C
Osasco
23 de novembro de 2020
Brasil Cidades Cultura Variedades

Exposição fotográfica “Retratos do Ribeira” começa dia 21

 

 

O Ribeira de Iguape é um dos grandes rios brasileiros ainda sem barragens, com a grande maioria de suas margens preservando boa parte do que há da Mata Atlântica remanescente no país. Ao longo de seus 470 quilômetros, o Ribeira atravessa montanhas, planícies e vales; cruza regiões com grande interesse turístico como as cavernas do PETAR, quilombos, aldeias, vilas, vilarejos e ermidas, onde a gente que habita suas margens guarda histórias e culturas que clamam por preservação.

 

Depois de percorrer essa região por mais de 20 anos como espeleólogos em busca de suas cavernas, os fotógrafos Paulo Jolkesky e Ricardo Martinelli tiveram a ideia de registrar a vida dessa     gente através de suas lentes. Surgiu então o Projeto Retratos do Ribeira que através de fotografias e vídeos traz as histórias pessoais daqueles que vivem às margens, ora do Ribeira, ora da sociedade.

A ideia começou a se concretizar no final de 2013, quando retornavam de uma expedição de mapeamento de uma caverna no município de Eldorado/SP. Fizeram as primeiras entrevistas e fotografias em um quilombo da região e o que ouviram daquelas pessoas foram histórias que lhes deram certeza de que esse projeto era necessário. Desde então, através desse trabalho tentam revelar os contrastes de uma região que, embora esquecida, é uma das mais ricas em diversidade natural, fontes de água e culturas tradicionais. E clama por preservação.

Depois de uma temporada no Museu de Iguape, entre maio e junho, a exposição fotográfica Retratos do Ribeira, chega a São Paulo, no Zeca (Zuraffa Espaço de Cultura e Arte). A vernissage acontecerá no dia 21 de setembro, às 19h30. E ficará aberta à visitação até o dia 03 de novembro, de terças a sextas, das 17h às 23h45 e aos sábados, das 14h às 23h45.

 

 

 

Sobre os fotógrafos

 

Paulo Jolkesky passou a conhecer o Vale do Ribeira como espeleólogo junto à UPE (União Paulista de Espeleologia) desde 1994, fotografando cavernas paulistas. Desenvolveu seu interesse por fotografia desde a infância, no início da década de 1990. Desde então registra com suas lentes os lugares e pessoas por onde passa, no intuito de contar suas histórias e suas culturas. Tem sua obra premiada em concursos e exposta em bienais de arte fotográfica através da Confederação Brasileira de Fotografia e da FIAP (Fedération Internationale de l’Art Photographique). Participou de inúmeras exposições e mostras fotográficas no Brasil e no exterior. Publicou em livros, revistas e periódicos e é artista exclusivo da IStockphoto/Getty Images, pela qual fornece imagens para o mercado publicitário.

 

Ricardo Martinelli herdou do pai uma câmera “Nikkomat EL” quando era criança. Desde então não parou mais de registrar viagens e expedições. Especializou-se em espeleologia, documentando com suas fotos as belezas naturais subterrâneas de cavernas, assunto sobre o qual já ministrou diversos workshops. Elaborou para a Fundação Florestal do Estado de São Paulo um dossiê fotográfico de 32 cavernas para o plano de manejo das mesmas. Colaborou com suas imagens para o livro “O Ser Humano e a Paisagem Cárstica” e mais recentemente “Luzes da Escuridão”. Seu trabalho autoral lhe rendeu diversas premiações, tais como o primeiro lugar geral nos concursos “450 Anos de São Paulo” (promovido pelo Senac e Editora Europa, em 2008) e “Metro Photo Challenge” na categoria “tato”, entre outros. Atualmente é fotógrafo ligado à IStockphoto/Getty Images, bem como à 123RF.

 

 

Sobre o Zeca (Zuraffa Espaço de Cultura e Arte)

 

O Zeca (Zuraffa Espaço de Cultura e Arte) é um espaço que surgiu da crença de que incentivar a cultura é fazer com que todos cresçam juntos. Criado para promover, incentivar e difundir atividades culturais no bairro de Pinheiros acolhe em suas salas, através de parcerias, projetos de música, literatura e fotografia. Num ambiente que respeita a diversidade em pouco mais de sete meses de atividades, o Zeca já abrigou exposições fotográficas, workshops, cursos, palestras, pocket shows, eventos gastronômicos, artesanais e literários. Funciona no andar superior da Cervejaria Zuraffa.

Resultado de imagem para zuraffa

 

Sobre a finePhoto

 

A finePhoto é uma escola de fotografia prática, que propõe ao aluno que ele aprenda fotografia fotografando. Parece óbvio, mas não é bem assim. Além de cursos regulares de fotografia e tratamento de imagens, a escola organiza mensalmente viagens para destinos interessantes para que o aluno fotografe viajando. Serra da Canastra, Analândia, Bocaina, Mantiqueira, Caraça, Inhotim, São Luis do Paraitinga, Cunha, festas populares diversas como do Divino, de Iemanjá, Folia das Almas, Maracatu, foram alguns dos eventos fotografados pela finePhoto ao longo dos seus quase dez anos de vida.

 

Serviço

Exposição Retratos do Ribeira

Abertura: 21 de setembro, às 19h30

Quando: De 21 de setembro a 03 de novembro

Horário: de terças a sextas, das 17h às 23h45; sábados, das 14h às 23h45

Onde: Zeca- Zuraffa Espaço de Cultura e Arte

Endereço: Rua Artur de Azevedo, 1.902 – Pinheiros – São Paulo

Estacionamento: Rua Antônio Bicudo, 78  (somente até às 22h)

Entrada gratuita

 

Atendimento à imprensa

Luís Pires Varinha – E-mail: [email protected]

Fone: (11) 97320-3325

 

Contato dos fotógrafos

Paulo Jolkesky – E-mail: [email protected]

Ricardo Martinelli – E-mail: [email protected]

Facebook: @projetoretratosdoribeira

 

Posts Relacionados

Receita abre prazo para envio da declaração do Imposto de Renda 2019

Alessandro Belcorso

Morre MC Catra, aos 49 anos, em decorrência de um câncer no estômago

Alessandro Belcorso

Rogério Lins faz visita surpresa ao Hospital Municipal Antônio Giglio

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO