22.2 C
Osasco
28 de outubro de 2020
Economia

Especialista orienta marcas que estão entrando no e-commerce

 

Caio Gazin está há sete anos no mercado e é CEO da Gazin Semijoias

Após o início da pandemia do Covid-19, Caio Gazin percebeu que as vendas pelo e-commerce da Gazin Semijoias aumentaram de maneira expressiva. Na semana do Dia das Mães, por exemplo, o empresário registrou uma demanda 70% maior, em comparação aos anos anteriores. Com isso, foi necessário reformular seu sistema de produção e até fazer contratações para conseguir entregar todos os pedidos a tempo para seus revendedores. De acordo com Gazin, a tendência é de que a venda online seja cada vez mais forte no comportamento do consumidor. “Tem muita gente que está habituado a comprar no físico e está descobrindo que é muito mais fácil comprar de casa, de maneira fácil e barata. A logística no Brasil está melhorando, principalmente em grandes capitais, é possível comprar hoje e receber amanhã. As vendas por sites, mkt place e Instagram se tornaram um novo modelo de negócio, que com certeza não voltará a ser como antes”.

 

Segundo Gazin, entender velocidade e direção é primordial para o início do negócio na internet. “Velocidade sem direção se torna um desastre. É importante que as pessoas estejam dentro do mundo online, mas é essencial que elas tenham a direção. Hoje nós temos muitos conteúdos gratuitos que as pessoas estão fazendo para conseguir ter um e-commerce bacana, um patrocínio legal e uma busca maior. Contudo a velocidade só é importe quando se tem direção. Por exemplo, o Google é super importante para pessoas que querem gastar pouco”.

 

O empresário ressalta a importância de se estudar o setor antes de iniciar o projeto online. “Precisa ter cuidado para não fazer promessas mirabolantes. É necessário ter muito controle de estoque, principalmente para não prometer uma coisa e entregar outra. Como por exemplo, atrasar sua entrega. Isso acaba com a recorrência de compra, com a escala e vai gerar reclamações que serão muito mais difíceis de resolver”.

 

Após a quarentena, o comércio eletrônico estará muito mais consolidado e este é o momento de fidelizar os clientes. “É um mundo completamente diferente do offline, tudo aqui acontece muito mais rápido. Você só tem acesso ao cliente na hora que a caixinha chega na casa dele. Por isso, aproveite esse momento”, incentiva Gazin. “Tenha um site com facilidades que o cliente gostaria de ter. As pessoas precisam entrar com frequência e navegar de forma confortável para fazer suas escolhas. Não pode ser um ambiente cansativo, os menus e os botões precisam ser simples e funcionais. O carrinho e o valor da compra precisam estar sempre visíveis para gerar uma experiência prazerosa e se transformar em venda”, finaliza Caio Gazin.

 

Nascida e com a matriz sediada em Limeira (SP), a capital da joia folheada, a Gazin Semijoias atende o atacado com condições especiais em todo o Brasil, com unidades distribuídas por todos os estados. Com o foco no mercado feminino, traz uma grande linha de produtos, com preço, qualidade, garantia de satisfação, peças folheadas a ouro 18K com garantia eterna de banho.

 

Serviço

Site: https://gazinsemijoias.com.br/.

Instagram: https://www.instagram.com/gazinoficial/ 

Facebook: https://www.facebook.com/gazinoficial

SAC: 0800 887 0869 e [email protected]

Posts Relacionados

Controladoria Interna de Osasco participa do III Encontro da REPAC

Alessandro Belcorso

Pagamento da 5ª parcela do Auxílio Emergencial começa amanhã(28)

Bruno Schwabenland

MEI: Prazo para entrega da declaração anual encerra nesta terça

Mariana Domin

DEIXE UM COMENTÁRIO