18.1 C
Osasco
22 de outubro de 2021
Alfredo Luiz Filho - Futebol Internacional Esporte

Eles ficam ou caem? São os dilemas da profissão!

Vida de técnico não é fácil! Nem no Brasil, nem em qualquer outro canto do mundo. Mundo que, aliás, está desabando na cabeça de Julen Lopetegui, do Real Madrid, e José Mourinho, do Manchester United.

Um tropeço do time espanhol na Liga dos Campeões era tudo o que a imprensa local precisava para pegar no pé de Lopetegui. O que dizer de uma derrota? Bastou o Real Madrid sucumbir diante do CSKA, da Rússia, para os jornais catalães – que diga-se de passagem, têm uma rixa com os jornais madrilenhos – tirarem um sarrinho pedindo a volta de Cristiano Ronaldo. Já os de Madri preferiram cobrar a ineficiência de Benzema, antigo e eterno alvo da imprensa.

O resultado teve um peso ainda maior já que o Real Madrid vinha de uma vexatória derrota frente ao Sevilla, por 3 a 0, pelo Campeonato Espanhol. E o que era uma dor de cabeça para Lopetegui se tornou uma enxaqueca daquelas.

Enxaqueca que já dura desde antes da Copa do Mundo. Afinal, o treinador foi demitido do comando da seleção espanhola às vésperas da estreia da Fúria no Mundial, justamente depois de o Real Madrid anunciá-lo como o substituto de Zidane. A Federação Espanhola se sentiu traída por Lopetegui e o dispensou imediatamente. De uma forma chocante para todos.

Outro que deve ter pesadelos diários é José Mourinho, por enquanto no Manchester United. A pressão em cima do português é gigante. O time faz uma campanha ridícula na Premier League: é somente o décimo colocado e está atrás de equipes bem mais modestas, caso inclusive do Wolverhampton, por exemplo, que acabou de subir de divisão. E já levou duas chacoalhadas, uma do West Ham e outra do Tottenham.

O técnico também parece em rota de colisão com alguns jogadores. O principal deles, o francês Pogba. Depois de um empate dentro do estádio Old Trafford, o meio-campista postou uma mensagem no Instagram onde dava uma clara alfinetada no estilo de jogo do chefe. No dia seguinte, Mourinho cobrou abertamente o jogador na frente das lentes de todas as televisões inglesas. E tirou o posto de segundo capitão do time de Pogba. Ainda assim, o mantém como titular, mas o que mais se fala é que o jogador pode sair na janela de transferências de janeiro. O Barcelona e a Juventus estariam acompanhando a situação.

Na Champions League, a realidade não é muito diferente. O United fez o básico vencendo o Young Boys, da Suíça, mas não passou de um empate sem gols frente ao Valencia, jogando na Inglaterra.

Mourinho, calejado e acostumado à pressão, bate de frente com a imprensa. E quando questionado sobre uma possível demissão, mandou na lata que, caso isso aconteça, ficará mais milionário por conta da multa rescisória e daqui alguns meses estará novamente emprego em outro lugar.

Posts Relacionados

Prefeitura realiza 3ª Pedalada pelo Meio Ambiente

Joyce Araújo

Seleção brasileira de vôlei tem quatro jogadoras de Barueri no grupo que vai a Tóquio

Bruno Schwabenland

Botafogo-SP empata com o Oeste em duelo de últimos colocados da Série B

Bruno Schwabenland

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/