19.9 C
Osasco
25 de outubro de 2020
Cidades

Diretor da Prefeitura difama munícipe e o caso vai parar na polícia

O diretor de comunicação da prefeitura de Ibiúna, Bruno Henrique Sobral Machado, que foi nomeado através da Portaria 13722/2020, não se conteve nas redes sociais e difamou a munícipe Jocimere Ribeiro da Silva.

Segundo Jocimere, tudo começou após ela questionar uma ação do prefeito. “Eu fazia parte de um grupo da cidade de Ibiúna no facebook, e questionei , como munícipe, porque o prefeito não divulgava as ações na página da prefeitura e sim em suas redes particulares”, comentou.

Após os questionamentos, Mary – como Jocimere é conhecida –  foi bloqueada dos grupos e as agressões partiram para whatsapp, onde Bruno a chama de ignorante , burra e outras palavras de baixo calão.

Tivemos acessos as trocas de mensagens;

Mesmo após as mensagens no grupo, as agressões por parte do Bruno Henrique Sobral Machado continuaram por áudio em um grupo de whatAp;

 

Após as ofensas, Bruno tentou um pedido de desculpas através do Messenger do Facebook, mas pelo que Mayr comenta, não passou das mensagens.

Msg do celular da MaryMsg Celular da MaryMsg do Celular do Bruno

Mesmo com o pedido de desculpas , que foi enviado por Bruno, e visualizado por Mary, ela registrou boletim de ocorrência sob o nº 1221/2020 por difamação.

Veja o Boletim de Ocorrência que foi registrado – boletim de ocorrência (1)

“Espero que ele responda pelos eventuais crimes que cometeu, para que não haja desta maneira com mais nenhum cidadão”, finalizou Mary.

A nossa equipe de reportagem entrou em contato com o Sr. Bruno,, que se pronunciou –

“As mensagens foram trocadas no momento em que eu me encontrava na minha residência e fazendo uso de meu aparelho de telefonia celular (um bem particular), fora do horário de expediente de trabalho, de tal modo que é falsa a afirmação de que utilizei do cargo público para desferir quaisquer ofensas a quem quer que seja, o que será provado em eventual inquérito ou processo judicial. Dessa forma, fica claro e notório que o ocorrido em nada envolve o Poder Público municipal. É preciso lembrar que, antes de estar na função de Assessor de Imprensa, sou um cidadão como qualquer outro, tendo direito a prerrogativas. É igualmente falsa a afirmação de que chamei a cidadã de “Mula”. Isso não procede, de maneira alguma, e será facilmente provado no momento oportuno. A munícipe em questão se excedeu proferindo várias ofensas e julgamentos – comportamento que vem sendo recorrente, conforme também se comprovará. Não discuto, tampouco condeno, a decisão da cidadã em procurar a Justiça. É direito dela, caso tenha se sentido ofendida” – comentou Bruno, em sua nota enviada ao Portal.

Ele ainda disse que se trata de uma trama política. “Houve sim esta discussão , não nego. Mas estão tentando armar um circo político em torno deste assunto”, finalizou Bruno.

Vale ressaltar que o crime se refere ao Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Posts Relacionados

Osasco inaugura Hospital Público Veterinário no dia 23

Alessandro Belcorso

AACD Osasco promove Mega Bazar de natal

Redação

Samba na Praça garante o agito com o Grupo Pixote 

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO