18.3 C
Osasco
5 de agosto de 2021
Osasco

Delbio Teruel quer atendimento prioritário na saúde a pessoas com Covid que cumprem isolamento social

Projeto de lei do vereador cria também Cadastro Municipal de Infratores, com dados de pessoas flagradas em festas clandestinas e pancadões. Em caso de colapso na rede de saúde, elas não terão prioridade de atendimento e serão retiradas de grupos prioritários para vacinação. “Não é justo que quem cumpre isolamento seja tratado da mesma forma que alguém que desrespeita o distanciamento e transmite o vírus de foram proposital”, afirma o vereador.

O vereador Delbio Teruel (Democratas) apresentou à Câmara Municipal de Osasco projeto de lei sobre prioridade de atendimento para casos de Covid-19, na rede de saúde, a pessoas que cumprem as regras de restrição previstas no Plano São Paulo de Combate ao Coronavírus.

De acordo com a proposta, ficam mantidos os critérios clínicos estabelecidos nos protocolos de saúde pública, priorizando os pacientes em maior risco de morte. Mas, em caso de colapso no sistema, serão priorizados aqueles que estiverem em igual situação de vulnerabilidade, mas que não tenham descumprido, de forma intencional, as regras de distanciamento social previstas no plano.

Já o grau de risco de cada paciente seria definido por uma Comissão de Saúde Especializada em Coronavírus, a ser criada pela Secretaria Municipal de Saúde e composta por três médicos.

Para a identificação, entre os pacientes, daqueles que descumprem as regras de distanciamento, o projeto de Delbio determina a criação de um Cadastro Municipal de Infratores, trazendo dados de pessoas que são flagradas, durante operações da Guarda Municipal, Polícia e demais órgãos de fiscalização, em situações como aglomerações, festas clandestinas e pancadões.

Essa lista seria compartilhada, pela Secretaria Municipal de Saúde, a hospitais, prontos-socorros e demais unidades de saúde destinadas ao atendimento de pacientes com coronavírus.

Além disso, pessoas inscritas nesse cadastro seriam retiradas dos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19.

“Não é justo que quem cumpre isolamento seja tratado da mesma forma que alguém que desrespeita o distanciamento e transmite o vírus de foram proposital”, afirma o vereador.

“Todos sabem que vivemos uma situação alarmante não só em Osasco, mas em todo o Brasil. Já ultrapassamos a trágica marca de 300 mil mortes causadas pela pandemia do Covid-19. Nesse momento crítico, vejo a preocupação de muitas famílias, que ficam em casa sempre que possível. Vejo o sacrifício de comerciantes e empresários de vários setores, com as portas fechadas. E também os esforços do prefeito Rogério Lins em abrir leitos para evitar um colapso em nosso sistema de saúde. Mas, infelizmente, algumas pessoas insistem em comportamentos irresponsáveis. Sem qualquer compromisso com a vida – sua, de seus familiares e da sociedade – insistem em participar de festas, aglomerações e, principalmente, pancadões. Temos que tomar alguma providência”, completa Delbio.

Posts Relacionados

Defesa Civil recebe as 04 primeiras motos da corporação

Alessandro Belcorso

Agora é lei: mochilas escolares tem limite de peso para as crianças

Redação

Dr Jacob Goldberg aborda “Psicologia em tempos de Pandemia” em Live dos CEUs das Artes de Osasco

Bruno Schwabenland

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/