17 C
Osasco
26 de setembro de 2021
Cidades Cultura Franco da Rocha

Festival Soy Loco por Ti Juquery atrai população e ocupa espaços do complexo hospitalar

Evento foi realizado em comemoração aos 120 anos do Complexo hospitalar do Juquery  

O pontapé inicial da história de Franco da Rocha foi dado dentro do Complexo Hospitalar do Juquery e, esse importante local que guarda diversas memórias e registros do começo do município, esteve aberto para visitação na última semana, de sexta (14) a domingo (16), reunindo desde pessoas mais jovens que ainda não conheciam o espaço até os que já foram atendidos tanto na época que o local servia como Hospital Psiquiátrico, quanto como hospital para atendimento ao público.

Em comemoração aos 120 anos do complexo hospitalar, o espaço que já foi de muita dor e sofrimento fez o público que compareceu para o Festival Soy Loco por Ti Juquery sorrir e se encantar com as diversas apresentações culturais que envolveram música, artes visuais, teatro, cinema e várias oficinas. Tudo oferecido de forma gratuita.

De brinde, os que passavam em cada um dos cantos dos antigos pavilhões do hospital podiam admirar sua arquitetura histórica.

 

Além disso, a organização do evento disponibilizou algumas salas com exposições de algumas obras, feitas pelos internos. Também mostraram diversos itens utilizados quando os pacientes ainda estavam no hospital, entre outras histórias contadas por meio de vídeos e desenhos que mostravam o uso da arteterapia, iniciada pelo psiquiatra Dr. Ósorio Cesar, percursor nessa forma de arte para curar.

Entre as muitas apresentações que aconteceram, a peça Juquery: memórias de quase vidas, impressionou o público presente que ficou sentado no chão, em círculo, enquanto os atores da Associação Cultural Conpoema e Teatro Girandolá tomavam o centro para contar a história do Juquery de forma linda e marcante. As narrativas contadas foram inspiradas pelo convívio dos atores com os internos remanescentes em visitas, oficinas e saraus propostos pelo grupo, leituras de prontuários, conversas com funcionários do local, além de pesquisas teóricas.

 

No finalzinho da tarde, para terminar o domingo em grande estilo, um grupo de embatucadores utilizando materiais recicláveis como canos de PVC, deram um show no jardim do Juca, como se fossem uma grande escola de samba. Essa apresentação foi idealizada pelo arte-educador Rafael Rip que no curso de iniciação musical, usou materiais reutilizáveis, com ênfase em percussão corporal, valorizando a transversalidade de saberes aliando ainda teatro e dança.

O público presente sentou no gramado, com uma linda visão do entardecer e a imagem de um dos prédios do Juca, enquanto o grupo se apresentava.

 

Para atender a população que foi ao evento, os empreendedores do Juquery Art Vila também fizeram parte do festival e apresentaram sua arte para todos com seus diversos tipos de produtos artesanais, gastronomia, bebidas, alimentos naturais e orgânicos.

Mais sobre o festival:

 

Soy Loco Por Ti Juquery foi um evento idealizado para comemorar os 120 anos do Complexo Hospitalar do Juquery. Idealizado pela Trapézio Produções Culturais, o festival foi organizado pela prefeitura de Franco da Rocha, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, recebendo o apoio do Complexo.

Posts Relacionados

Peça “Ele Parecia Tão Bem” chega a Osasco

Renan Guerreiro

Ônibus Itinerante do posto de Atendimento ao Trabalhador, chega no Bairro Cururuquara

Joyce Araújo

UNIVERSIDADE CORPORATIVA: Cresce o número de empresas que estão investindo em educação para formar novos líderes metodologias

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/