18.4 C
Osasco
15 de maio de 2021
Saúde

Cirurgia buco maxilo facial: o que é e o que trata essa especialidade?

A cirurgia buco maxilo facial é um procedimento odontológico realizado por cirurgiões-dentistas especializados no tratamento de doenças, anormalidades e traumas que afetam toda a cavidade bucal, maxilar e a região facial do crânio.

Os profissionais especialistas nesse tipo de cirurgia auxiliam pacientes com diversos problemas como disfunção da ATM e apneia obstrutiva do sono.

As disfunções que acontecem na região podem existir devido a problemas congênitos ou ser um problema adquirido no desenvolvimento.

A cirurgia bucomaxilo pode acontecer em consultório ou no hospital, dependendo do tipo de intervenção que o paciente precisa.

Por isso, ter o acompanhamento de um especialista bucomaxilo é essencial para ter um diagnóstico, tratamento e intervenção cirúrgica completa.

Quer saber mais sobre a cirurgia buco maxilo facial? Continue lendo e entenda.

O que é a cirurgia buco maxilo facial?

A cirurgia buco maxilo facial é uma área da odontologia que estuda, diagnostica e trata de problemas na cavidade bucal, maxilar e na região facial do crânio através de uma intervenção cirúrgica.

A complexidade do procedimento vai depender do tipo de problema que o cliente apresenta. Os quadros vão de sequelas de acidentes, câncer, alterações no desenvolvimento até problemas de oclusão ou no alinhamento do maxilar.

Um exemplo de cirurgia no maxilar é a cirurgia ortognática que é feita para corrigir e reposicionar o osso da mandíbula e, consequentemente, a posição dos dentes que podem ter graus variados de assimetria.

O objetivo do procedimento é restabelecer a saúde do paciente e também recuperar as características funcionais como mastigação, fala e respiração.

Quando um paciente precisa da intervenção da cirurgia buco maxilo facial, vários profissionais auxiliam no tratamento, fazendo com que os resultados sejam eficazes e melhorem a qualidade de vida dos pacientes.

Quem faz a cirurgia no maxilar?

O profissional que realiza a cirurgia buco maxilo facial é um dentista especialista em bucomaxilo, ou seja, é um cirurgião e traumatologista com conhecimentos específicos sobre essa área e suas alterações.

A especialidade, nesse caso, é essencial, pois os procedimentos exigem conhecimento e expertise para diagnosticar e identificar o caso e a necessidade de tratamento.

Como destacamos acima, outras especialidades de Odontologia auxiliam nos casos como a Ortodontia, por exemplo. 

Em quais casos é indicada a cirurgia buco maxilo facial?

Existem muitos diagnósticos para os quais uma intervenção de cirurgia buco maxilo facial pode ser indicada.

Alguns quadros que podem surgir na região da face são:

  • tumores e cistos no maxilar;
  • sequelas de doenças (ex: câncer);
  • aumento do maxilar, chamado de prognatismo, quando o osso projeta para fora;
  • diminuição do maxilar ou micrognatismo, quando o osso é projetado para dentro, entre outras alterações fisiológicas ou congênitas.

Separamos abaixo três casos comuns tratados com a cirurgia buco maxilo facial que melhora muito a qualidade de vida de pacientes de todas as idades.

Disfunção da ATM 

A articulação temporo mandibular (ATM) é a articulação que faz a junção do crânio com a parte inferior do maxilar. Também é responsável pela movimentação da mandíbula, o que possibilita a fala e a mastigação.

O movimento da mandíbula (ou maxilar inferior) é um dos mais realizados e repetidos durante o dia a dia.

Por isso, quando acontece alguma disfunção na ATM ou nos músculos dessa região, o paciente sofre diversos efeitos colaterais como:

  • dores faciais, de cabeça e no pescoço; 
  • estalos na articulação ao abrir e fechar a boca;
  • dificuldade para morder e rasgar alimentos;
  • zumbidos e dores nos ouvidos (pela proximidade com a ATM), etc.

Esses problemas podem ser causados por lesões, traumas e até doenças. Outros fatores que causam disfunção na ATM são:

  • bruxismo (ranger os dentes involuntariamente durante o sono);
  • roer unhas;
  • mascar chicletes frequentemente;
  • má postura;
  • alterações emocionais: ansiedade, estresse, depressão;
  • apertamento dentário (ex: tratamento ortodôntico inadequado).

Com uma avaliação e diagnóstico corretos sobre a causa do problema, dois tipos de cirurgia buco maxilo facial podem ser realizados: a artrocentese que faz a limpeza da articulação ou o reposicionamento do disco articular que pode se deslocar, gerando os efeitos acima.

Ambos são procedimentos considerados pouco invasivos, mas exigem anestesia geral e acompanhamento de uma equipe profissional.

Apneia do sono

Outro caso no qual a cirurgia buco maxilo facial auxilia no tratamento é no quadro de apneia obstrutiva do sono.

Esse distúrbio se caracteriza pela pausa total ou parcial da respiração durante o sono, gerando os incômodos roncos.

A porcentagem de pessoas que desenvolvem esse quadro é de apenas 5%. A maioria das pessoas têm episódios de ronco que podem ser considerados “normais”.

Mas a simples presença desse sinal durante o sono já indica que existe algum problema de respiração durante o sono.

Quem tem apneia, geralmente, tem o sono agitado, engasgos, ronca muito alto e pode ter até paradas respiratórias em casos graves.

O tratamento pode ser cirúrgico ou não cirúrgico, dependendo:

  • do tipo de apneia; 
  • da incapacitação gerada no paciente;
  • da gravidade dos efeitos nas funções cardiovasculares e do sono.

Essas análises são feitas com auxílio de exames de imagem que ajudam a ver as condições atuais do organismo.

Alterações no osso da mandíbula

Algumas pessoas possuem a mandíbula proeminente (projetada para frente), para dentro (tirando a marcação do queixo) ou desalinhada em relação a mandíbula superior).

Com isso, são perceptíveis as alterações estéticas no rosto, mas também as funcionais como fechar a boca, mastigar, respirar corretamente, etc.

Para corrigir esse quadro é feita a cirurgia ortognática, um tipo de cirurgia buco maxilo facial, que corrige e reposiciona os ossos da mandíbula.

Correções da cirurgia ortognática.

A cirurgia é mais invasiva, exige um período de recuperação maior e precisa de acompanhamento do Ortodontista no pós-operatório.

Todas as cirurgias no maxilar citadas acima tem ótimos resultados e devolvem a qualidade de vida dos pacientes. 

Quando devo procurar um especialista bucomaxilo?

Fique atento aos seguintes sintomas e procure um especialista bucomaxilo se sentir:

  • dores frequentes no rosto (frente e laterais);
  • estalos ao abrir e fechar a boca;
  • tiver algum trauma/batida na região da mandíbula;
  • quebrar um dente;
  • dentes impactados (que se formam, mas não conseguem sair devido a falta de espaço na arcada dentária. ex: dentes siso);
  • dor de cabeça frequente;
  • ronco muito alto.

Quanto custa uma cirurgia de buco-maxilo-facial?

O custo de uma cirurgia buco maxilo facial depende de vários fatores como: região do país, do profissional escolhido e do local onde o procedimento será realizado.

Para ter o melhor tratamento, escolha um especialista bucomaxilo com boas referências neste trabalho e que tenha uma equipe auxiliar igualmente qualificada.

Assim, o resultado final será notável e vai trazer não só melhorias estéticas, mas também funcionais para o seu rosto e sorriso.

Posts Relacionados

Outubro Rosa: Governo de SP se reúne para falar sobre prevenção e saúde de mulheres com deficiência

Bruno Schwabenland

OUTUBRO ROSA – Maternidade Amador Aguiar sedia palestra sobre câncer de mama

Alessandro Belcorso

HMB disponibiliza leitos exclusivos para cuidados paliativos

Joyce Araújo

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/