20.4 C
Osasco
27 de novembro de 2020
Cidades Osasco

‘Cerca eletrônica’ reforça segurança em Osasco com novas câmeras e softwares inteligentes

O monitoramento será feito 24 horas todos os dias.

Com a entrada em operação, nesta semana, da segunda fase do Centro de Operações Integradas (COI), que agora conta com novas câmeras e softwares capazes de captar, entre outras informações, a circulação pela cidade de veículos roubados, Osasco deu mais um passo em direção à prevenção e redução da criminalidade e à mobilidade urbana municipal.

A cerimônia aconteceu na sede do próprio órgão e contou com as presenças do prefeito Rogério Lins, da primeira-dama, Aline Lins, do secretário de Segurança e Controle Urbano, José Virgolino de Oliveira, demais secretários municipais, adjuntos, vereadores e representantes das polícias Civil e Militar.

Com os novos equipamentos, que integram totalmente os órgãos públicos municipais, estaduais e federais, o município passa a contar com uma das centrais de segurança pública e de mobilidade urbana mais modernas do Estado.

Um dos principais diferenciais é a utilização de um Sistema Integrador, um poderoso software que integra a atuação da Guarda Civil Municipal, do Departamento de Trânsito, da Defesa Civil e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), com “cercamento eletrônico” nas principais entradas e saídas do município, câmeras de monitoramento de alta capacidade e semáforos inteligentes em pontos estratégicos, central semafórica em tempo real nos cruzamentos, radiocomunicação digital para todos os agentes de campo e viaturas, solução de rastreamento e gestão de viaturas, sistema de atendimento e despacho de ocorrências, entre outros, permitindo coordenar a atuação das forças de emergências para atendimento às ocorrências, com regras automatizadas e com baixa interferência humana.

A nova fase do Centro de Operações Integradas (COI) utiliza um sistema integrado de segurança, mobilidade e serviços urbanos, permitindo uma visão da cidade 360º e, consequentemente, uma gestão mais eficiente, excelência da prestação dos serviços de segurança e mobilidade e a construção de uma Osasco mais inteligente.

No que se refere à integração dos serviços públicos municipais, estaduais e federais, o sistema é exclusivo no Brasil. Ele proporciona total interação e interoperabilidade entre os órgãos públicos, permitindo uma atuação articulada, eficiente e ágil no enfrentamento dos desafios urbanos.

Com a criação do COI e toda a tecnologia aplicada na operação, Osasco estará preparada para a prevenção e repressão da criminalidade, na atuação eficiente em casos de incidentes, na prestação de serviços emergenciais e na mobilidade urbana sustentável. Nesse sentido, o COI irá proporcionar à administração pública e aos cidadãos benefícios em grande escala e de forma duradoura.

“Pesquisas apontavam que a principal preocupação na cidade era na questão da segurança. Com essa nova fase, damos um passo importante em relação à segurança preventiva e ostensiva em nossa cidade. Esse investimento em tecnologia foi possível porque aumentamos em 77% o orçamento da secretaria (de Segurança e Controle Urbano). Com isso, também dobramos o efetivo da GCM (foram contratados 200 guardas), criamos a ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), e alugamos novas viaturas e motocicletas, para reforçar o combate à criminalidade”, pontuou o prefeito Rogério Lins, que ao final da cerimônia visitou as instalações do COI acompanhado de autoridades e convidados.

Posts Relacionados

Operação da Guarda Municipal resulta em flagrantes e detenções

Alessandro Belcorso

Secretaria Municipal de Cultura abre inscrições para os cursos 2019

Redação

I Fórum de Enfrentamento à Violência contra as mulheres será nesta quarta, 7

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO