14.4 C
Osasco
21 de junho de 2021
Osasco Saúde

CAI garante mais acolhimento em saúde a idosos de Osasco

Foto: Divulgação

 É fato que com o avançar da idade os cuidados com a saúde devem ser redobrados. Assim, consultas regulares e a realização de exames periódicos são fundamentais para prevenir o surgimento de doenças ou evitar que elas se agravem. Em Osasco, os munícipes com mais de 60 anos contam com atendimento exclusivo em dois Centros de Atenção ao Idoso, um situado no Km 18 (Padre Rafael Busatto, na Rua José Pedro Filho, 33), e o outro em Presidente Altino (Único Galláfrio, na Rua Oswaldo Colino, 280).

O CAI é um serviço de atendimento básico oferecido exclusivamente à terceira idade pela Secretaria Municipal da Saúde e conta com as seguintes especialidades: clínico geral, ginecologia, cardiologia, odontologia, fisioterapia, ortopedia, urologia, psicologia, nutricionista, dentista, otorrino, acupunturista e terapia ocupacional.

Juntas, as duas unidades atenderam nos últimos dois meses 5.376 pessoas. Na de Presidente Altino, foram 3.388 no período de 1/10 a 31/10, e no CAI do Km18, 1.968, de 30/10 a 30/11.

Os atendimentos são feitos mediante encaminhamento da Central de Vagas ou das Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A pessoa também pode ir diretamente e agendar consulta com clínico que, dependendo do caso, direciona o paciente a um especialista.

Os pacientes que buscam atendimento se mostraram satisfeitos com o fato de a cidade contar com esses dois centros para idosos. “É ótimo. Ainda bem que temos esse serviço, porque uma quantidade considerável da população é idosa. E está envelhecendo cada vez mais. Essa unidade (de Presidente Altino, em funcionamento no novo endereço em julho deste ano) ficou linda, bem localizada. Mas seria bom se tivesse uma na zona Norte, porque somos encaminhados para cá. Nem sempre tem alguém da família para acompanhar a gente”, disse a aposentada Lúcia Francisca Frias Silva, 63 anos, moradora do Jardim Rochdale.

Está nos planos da Prefeitura construir um Centro de Atenção ao Idoso na zona Norte da cidade. O local ainda não está definido.

Os atendimentos no CAI Altino já atravessam duas gerações de famílias. A dona de casa Albertina Maria de Oliveira Souza, 83 anos, já passava por consulta no antigo endereço (Atília Delbon Biscuola, 927).

O prédio funcionou por cerca de 35 anos. Agora, ela e a filha, Janete Maria de Souza Ferrari, 60, vão juntas ao novo endereço, seja para consultas ou acompanhar uma a outra. “Minha mãe mora aqui em Presidente Altino há mais de 70 anos e era atendida no antigo prédio. Aqui ficou ótimo, tem várias especialidades. Se tivesse raio x seria ainda melhor, para a gente não precisar se deslocar para outros endereços quando o médico pede esse tipo de exame”, opinou Janete. Mãe e filha foram ao prédio marcar consulta.

 “O CAI segue o mesmo padrão de qualidade das nossas unidades de saúde, que estão sendo reformadas”, disse o prefeito Rogério Lins.

O ortopedista José Scobosa Neto trabalha no CAI de Presidente Altino desde julho e avalia que o fato de a cidade ter centros específicos para atendimento ao idoso incentiva pessoas da melhor idade irem em busca de atendimento médico. “Trabalhei em outros municípios que não contam com esse serviço. Achei a iniciativa (da Prefeitura) muito interessante. É raro ver esse acolhimento específico para idoso, que tem maior incidência de doenças e é mais vulnerável em razão da idade. Creio que, ao saberem desse trabalho, eles (idosos) se sentem mais seguros e acolhidos por terem um ambiente próprio para eles”.

Posts Relacionados

“Temos quase certeza da vitória no primeiro turno”, diz Ana Maria Rossi

Bruno Schwabenland

Reinaldo Mota afirma que “está tudo normal” com sua candidatura

Bruno Schwabenland

Giro nas eleições: reportagem flagra boca de urna em Osasco e Barueri

Bruno Schwabenland

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/