18.4 C
Osasco
25 de novembro de 2020
Cidades Osasco Variedades

Borboletário de Osasco é excelente opção de lazer

Localizado na zona Norte de Osasco, dentro do Parque Ecológico do Jardim Piratininga, o Borboletário Municipal, órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente (SEMA), oferece à população a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os hábitos e ciclo de vida das borboletas.O espaço é aberto ao público em geral e funciona de terça a sábado, das 10h às 16h. Nos dias chuvosos e frios não há visitação.

No mês passado, dia 30/8, o Borboletário de Osasco foi notícia no portal  São Paulo para Crianças, plataforma digital de conteúdo com mais de 1,2 milhão de views. A matéria pode ser conferida através do link:http://saopauloparacriancas.com.br/gratis-borboletario-osasco-passeio-divertido-diferente-garotada/

Mensalmente, o Borboletário recebe cerca de 800 pessoas e, por ano, já atingiu a marca de 8.500 visitantes. Segundo o Departamento Técnico de Educação Ambiental (DTEA), da Prefeitura de Osasco, o Borboletário incrementa as ações de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e recebe um público bem diversificado, entre escolas públicas e privadas, estudiosos, curiosos, instituições, igrejas, associações de crianças carentes, portadores de necessidades especiais, grupos de terceira idade, munícipes da cidade e região, entre outros.

No criadouro de borboletas, os visitantes têm contato com as várias espécies que vivem por lá, aprendem sobre o conjunto das transformações que ocorre durante o seu ciclo de vida, a importância delas para a biodiversidade e até mesmo sobre os alimentos que consomem. Os visitantes também visitam o laboratório onde as lagartas se desenvolvem antes de virarem borboletas.

Existem 12 espécies de borboletas no Borboletário de Osasco, destacando-se as mais populares: as Caligo illioneus(borboleta coruja) e a Danaus plexippus (borboleta-monarca). As demais são a Methona themisto (borboleta jurubeba), Hamadryas februa (borboleta estaladinha), Heliconius erato (borboleta castanha vermelha), Heraclides thoas brasiliensis (borboleta caixão-de-defunto), Dryas Julia (borboleta flambeau) e Ascia monuste (borboleta amarelinha), Siproeta stelenes (borboleta neotropical), Phoebis neocypris (enxofre de cauda) e Heraclides anchisiades (borboleta rosa-de-luto).

O passeio conta ainda com uma mini-aula de Educação Ambiental na “Varandinha”, espaço localizado ao lado da entrada principal do Borboletário, onde acontecem as palestras.

Como as borboletas e lagartas necessitam de ambiente silencioso e adequados à sua sobrevivência, as visitas são divididas em grupos pequenos e monitoradas pela equipe de biólogos do Borboletário e pela coordenadora do espaço, Paulina Arce.

Você sabia?

 

Que o corpo da borboleta é muito leve. Possui cabeça com um par de antenas longas, um par de olhos compostos, formado por várias lentes e a boca na forma de canudinho, usado para sugar o néctar das flores. Tem seis patas e, em geral, dois pares de asas. E abriga alguns órgãos, entre eles reprodutivos.

As borboletas podem voar até 20km/h e medir de 5mm a 30cm, vivendo entre 1 dia e 1 ano, dependendo da espécie.

Serviço

Borboletário de Osasco

Endereço: Rua David Silva, 111, Jd. Piratininga, zona Norte, dentro do Parque Ana Luiza

Moura Freitas

Visitação gratuita: terça a sábado, das 10h às 16h

 

Texto: Olga Liotta/Fotos: arquivo SEMA

Posts Relacionados

Polícia Civil e GCM cumprem mandados de prisão

Alessandro Belcorso

Osasco Audax 0 x 1 Barretos – Touro do Vale vence e se aproxima da A2 de 2020

Redação

Começa hoje o Drama da Paixão 2019 que contará a história da Epopeia de Gideão na 1ª parte do Espetáculo

Joyce Araújo

DEIXE UM COMENTÁRIO