26.8 C
Osasco
3 de dezembro de 2020
Esporte Vampeta - Histórias do Velho Vamp

Aventuras no Mundo Árabe: o inglês do Romildo

 Aventuras no Mundo Árabe: o inglês do Romildo
Fim de carreira, depois da Guerra do Golfo, cheguei no mundo árabe. Fui jogar no Kuwait. Peguei meu voo aqui em São Paulo, desci em Frankfurt na Alemanha, fui até Colônia e me apresentei ao clube. Só tinha árabe e um tradutor libanês de 80 anos chamado Mustafa.
Quando apareci lá, tudo me pareceu muito amador. Não me pediram para fazer exames, nem nada. Logo em seguida, me avisaram que à tarde teria treinamento. Por mim, beleza. Fui correr atrás do material né.
Não tinha nenhum. Apenas olhei para os lados e vi os árabes com camisas do Thierry Henry, Messi e Kaká. Acabei montando meu próprio material ali mesmo e fui treinar. Passamos mais 15 dias em território alemão e eu sem entender nada, meu inglês é muito ruim.
Voltamos para o Kuwait e eles acabaram contratando um preparador físico brasileiro, o Romildo, que estava chegando do Vasco. E eu falava assim: ”Não entendo nada o que os caras falam comigo. Só quando o Mustafa traduz”. Ele disse que falava muito bem e então nos juntamos, fizemos uma parceria.
Fomos para o treino e ele no alongamento começou: ”Onetwothree, quatro, cinco, seis…”. Me indignei (risos). ”Poxa. Não é você que fala inglês?”. Então, o Romildo me explicou que só sabia contar até 3. Eu falava mais english do que ele! (risos).

Posts Relacionados

Basket Osasco se classifica para a Segunda Fase do Paulista

Bruno Schwabenland

O gato que exagerou ao mentir na idade

Alessandro Belcorso

Futsal feminino disputará 1ª edição da Copa dos Campeões em Lages

Joyce Araújo

DEIXE UM COMENTÁRIO