17.2 C
Osasco
18 de junho de 2021
Osasco Política

Avanço da Covid em Osasco é mais discreto que em outras cidades da região

Informação foi divulgada em Audiência Pública da secretaria de Saúde na Câmara.
Avanço da Covid em Osasco é mais discreto que em outras cidades da região. Foto: Foto: Ricardo Migliorini/CMO

Os casos de Covid-19 avançam de forma mais discreta em Osasco do que em Carapicuíba, Santana de Parnaíba e Barueri. A informação foi divulgada durante audiência de prestação de contas da Secretaria da Saúde ao Legislativo osasquense, na tarde desta sexta-feira (28).

Segundo o coordenador da Vigilância Epidemiológica de Osasco, o enfermeiro sanitarista Satiro Marcio Júnior, a vantagem de Osasco em relação a outras cidades da região significa que a atenção primária à saúde tem conseguido identificar e isolar os casos positivos e seus contatos. “É isso que causa a efetividade de controle da doença”, explica.

Júnior também cita outras ações que ajudam a conter a pandemia, como o trabalho de imunização e o aumento programado da capacidade de atendimento dos leitos.

Segundo o sanitarista, a imunização contra o coronavírus está avançada, com a aplicação de 220 mil doses da vacina. “Boa parte dessas doses estão vinculadas à Astrazeneca, que possui eficácia de quase 80%”, diz.

Já o aumento dos leitos foi da ordem de 250% e segue as diretrizes do plano de crise hospitalar criado pela Secretaria de Saúde, conforme explanou Junior.

 Parceria com o Instituto Butantan

O secretário municipal de Saúde, Fernando Machado de Oliveira, frisou que Osasco tem conseguido conter a pandemia de forma adequada. O médico reforçou, no entanto, que é preciso continuar mantendo as ações de prevenção à doença, com o uso de máscara, prática do distanciamento social e higienização das mãos. “Depende do comportamento de cada um de nós”, alertou.

Oliveira explicou que a metodologia de combate à Covid adotada em Osasco levou o Instituto Butantan a oferecer uma parceria inédita para que a cidade participe de um tratamento com plasma convalescente. O método consiste no uso da substância para imunizar pacientes já infectados, reduzindo as chances de desenvolvimento da forma grave da doença.

NÚMEROS DO QUADRIMESTRE

Além de tratar a questão da Covid, a audiência de prestação de contas da Saúde apresentou os dados da pasta referentes ao 1º quadrimestre de 2021.

Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente da Comissão de Saúde da Câmara, vereador Michel Figueredo (Patriota) e secretariados pela vereadora Cristiane Celegato (Republicanos), que também integra a Comissão.

De acordo com os dados mostrados, o município aplicou R$ 233 mil no quadrimestre, o que corresponde 92% da receita programada. A receita anual é da ordem de R$ 849 milhões.

Os setores com maior investimento foram os de assistência hospitalar e ambulatorial, e de atenção básica.

Um dado importante, segundo os responsáveis pelo relatório de prestação de contas, foi o declínio gradual na taxa de mortalidade infantil, que baixou de 18,97 a cada mil nascidos (2000), para 8,1 (2021).

Assista à íntegra da Audiência Pública

Posts Relacionados

Governo de SP investe R$ 211,6 milhões em ônibus escolares

Bruno Schwabenland

Convenções definem candidaturas a Prefeito de Vargem Grande Paulista nas eleições 2020: confira os nomes

Bruno Schwabenland

Prefeitura e MP assinam acordo para melhorias na saúde em Osasco

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/