17.2 C
Osasco
18 de junho de 2021
Osasco Política

Aumento na tarifa de energia elétrica preocupa vereadores em Osasco

Parlamentares pedem que Enel se aproxime mais da Câmara para esclarecer suas ações.
O vereador Batista Comunidade. Foto: Ricardo Migliorini/CMO.

Os vereadores osasquenses aprovaram por unanimidade, na Sessão Ordinária da última terça-feira (8), a Moção de Repúdio nº 191/2021, de autoria de Batista Comunidade (Avante), que questiona o aumento exorbitante da tarifa de energia elétrica em meio à pandemia de Covid-19.

Os parlamentares cobraram um posicionamento da Enel Distribuição São Paulo – concessionária de distribuição de energia elétrica com atuação nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Goiás. Eles solicitaram que a empresa se aproxime da Câmara de Osasco para fornecer explicações sobre as tarifas e serviços prestados no município.

“Os contribuintes têm reclamado do elevado aumento nos valores das contas de luz. A gente precisa traçar um diálogo com a Enel, porque a população precisa de explicações”, indignou-se Batista Comunidade.

Para o vereador, a Enel precisa se posicionar a respeito da crise econômica gerada pela pandemia, que criou dificuldades para os clientes da empresa.

Concordando com Batista, o vereador Julião (PSB) reforçou a importância de a Enel comparecer à Câmara Municipal para prestar esclarecimentos sobre as diversas reclamações que são ouvidas nas ruas. “É importante que a Enel venha aqui, porque ouvimos as reclamações nas ruas todas as vezes que conversamos com a população e temos outros tipos de reclamações que envolvem também a iluminação pública”, disse Julião.

O vereador Josias da Juco (PSD) sugeriu que a Câmara promova encontros com a Enel nos moldes das reuniões promovidas com a Sabesp antes da pandemia. “Nós tínhamos conversas constantes com a Sabesp há muito tempo, pelo menos uma vez por mês. Podemos fazer isso com a Enel também para que possamos esclarecer as muitas dúvidas que a população nos passa”, comentou.

Aumento nas tarifas foi anunciado em abril

No final de abril, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou o aumento da tarifa de energia elétrica, justificando que os reservatórios estão muito baixos e as termelétricas, que produzem energia mais cara, seriam acionadas. A adoção da bandeira vermelha, a partir de maio, chegou para o consumidor nas cobranças de maio e junho, e os vereadores osasquenses escutam nas ruas a insatisfação dos munícipes, assustados com os altos valores cobrados.

*Com edição de Deniele Simões 

Multimídia – 13ª Sessão Ordinária (08/06/2021)
Galeria de Fotos
Vídeo na Íntegra

Posts Relacionados

Lote da CoronaVac chega à Cajamar para doses atrasadas

Bruno Schwabenland

Cajamar antecipa cronograma de vacinação contra a Covid-19

Bruno Schwabenland

Aulas Presenciais Em Escolas Estaduais De Osasco Retornarão Em 2021

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/