24.3 C
Osasco
5 de março de 2021
Educação Variedades

A nova era da Educação com aulas MAKER

Vamos viajar pelo mundo da Educação,  desde o retrógrado método tradicional, até as tendenciosas aulas MAKER.

Olhamos para o passado, e lembramos do ensino tradicional, onde o professor representava o centro do processo educacional. Aquele caderno de aulas amarelado, e utilizado para ministrar aulas por anos a fio, de maneira exatamente igual. O que o mestre falava era lei, incontestável.

O sistema educacional passou por várias mudanças ao longo do tempo, e a relação aluno × professor foi ficando mais flexível, e também a forma de pensar a Educação. Alunos do Eja trazendo material do seu dia-a-dia, a fim de facilitar o processo de ensino × aprendizagem. Era muito mais simples e prazeroso aprender a ler com o tabloide do supermercado, ou através da sua receita favorita de bolo. Com elementos do cotidiano.

Através das universidades EAD, vimos uma outra tendência: o professor sendo o mediador, o aluno buscando seu próprio conhecimento.
O construtivismo levou os professores a confeccionarem com as próprias crianças murais de suas salas, ao invés de utilizarem peças prontas de EVA. Observamos muitas outras atividades realizadas através da interação, professor × aluno, como receitas de bolo, hortas na escola, e outras.

Com o advento da tecnologia, uma ferramenta que possibilitou aos alunos a busca de conhecimento, e a exploração de novos horizontes foi o laboratório de informática, presente na maioria das escolas.

Mais do que uma era construtivista, estamos em um outro patamar: a era MAKER. Mais do que ouvir o professor e estudar o livro didático; mais do que construir murais, fazer bolo ou participar de feiras de ciências; mais do que pesquisas; mas do que ver alguém fazer, na era Maker o aluno põe a mão na massa.

As áreas MAKER são espaços com ferramentas, sucatas, peças, onde o aluno aprende fazendo. Seja em cursos técnicos, escolas ou universidade, o aluno trabalha em grupo em busca de soluções: “Como fazer?”, e juntos, cada qual com a sua ideia, vão construindo o objeto de conhecimento.

Os alunos, em conjunto, podem fazer, desde simples brinquedos de sucata até objetos de alta tecnologia, como robôs.

Porém, o mais importante da era MAKER é desenvolver âmbitos um pouco perdidos com o avanço e o individualismo tecnológico: a iniciativa, o trabalho coletivo e o raciocínio.

Posts Relacionados

Pirapora do Bom Jesus distribuirá o Kit Hortifruti aos alunos da rede municipal

Bruno Schwabenland

Mãe que é 10 tem muito a comemorar nos 10 anos do Shopping União de Osasco, que sorteará dois carros Renault Kwid Life

Redação

Tá chegando – Baile de carnaval da ACENBO promete sacudir Osasco

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/