22.9 C
Osasco
18 de janeiro de 2021
Variedades

A garota da chuva

 

Eu olhava dentro de mim, e por detrás da janela. Por trás, talvez, me seria pouco. O sentido me faz abrigo, e o conto me faz ser. A chuva cai lá fora, e eu preciso me conter!

Tenho poderes irreversíveis, pois minha teimosia controla as águas. Já tentei evitar, mas não posso. Quanto mais leio poemas, mais forte o vendaval fica, e mais os meus sentimentos são vãos. A garota da chuva não é nada, mas também é tudo. A garota da chuva se denomina Leila.

Leila é uma escritora excêntrica. Escreve para existir, e também para comer o pão morno de cada manhã. Gosta, sim, de luxo, mas prefere o luxo de uma biblioteca a sós. Aprecia bons queijos, e também um bom feijão com arroz. É o tudo e o nada, o céu e o sol, o luar sem estrelas, o luar de cem estrelas. A ciência lhe parece sutil, e ela estuda como uma leiga, mas a poesia é a sua especialidade. Acontece que, se Leila soubesse da vida, não viveria mais. É lógico, racional, pois se conhecêssemos todos os livros do mundo – e se soubéssemos todos os cálculos do planeta – a vida não teria mais sentido.

Chega de chover! Basta! As goteiras não me são, mas eu me sou, ora bolas! Serei ternura, pintura, gravura, mas chuva? Nada me convém neste completo desalinho! Melhor me chamar Lourdes, assim, talvez, posso ter um pseudônimo fiel.

Apelidei a chuva de Lourdes. Ela sai das raízes de meu cérebro, e inunda o barracão do vizinho! Lourdes, por favor, detesto problemas! Fique quieta! A teimosia já me tirou a totalidade, e o escritor sou eu. Posso ser um homem, posso ser uma mulher, tudo na imaginação das letras. Sendo que, na completa solidão, sou menina.

Quando ponho meu vestido azul – o que eu lavo com sabão cru – eu pretendo. E pretender é único, simples e teimoso. Quando digo que me conheço, é porque eu estou em minha pele, assim como minha pele pensa que está em mim. Ficou confuso? De fato.

A chuva parou. Como pôde? Será que mudei de rumo?

E apesar de não me ter, eu me tenho.

Posts Relacionados

Doria sugere adiamento do Dia da Mães, para agosto

Redação

Final de Semana tem mais desfiles dos blocos de rua de Osasco

Alessandro Belcorso

Final de semana movimentado no teatro de Osasco

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO

https://api.clevernt.com/cde5a1b4-43aa-11eb-9861-cabfa2a5a2de/