19.8 C
Osasco
30 de setembro de 2020
Osasco

Sabesp detalha a vereadores andamento de obras em Osasco

Operadora investiu R$ 80 milhões na modernização da rede de água

Representantes da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e vereadores promoveram, na manhã desta quinta-feira (6), um encontro por videoconferência para tratar de problemas relacionados ao abastecimento de água e tratamento de esgoto em Osasco. As obras em andamento e o cronograma de serviços dominaram a pauta.

O encontro foi mediado pelo vereador Josias da Juco (PSD) e contou com as presenças do diretor regional da Sabesp, Josué Fraga da Silva, do gerente de Polo, Ronaldo Guimarães, além dos colaboradores Reinaldo Barbosa Souza e Vilma Lacerda. Participaram também assessores dos vereadores Ana Paula Rossi (PL), Daniel Matias (PP), Jair Assaf (DEM) e do presidente da Casa, vereador Ribamar Silva (PSD),

Josué Fraga apresentou o cronograma de obras previstas para a cidade, nas áreas de abastecimento de água e tratamento de esgoto.

Até 2021, a cidade deve avançar nos índices de saneamento básico, graças às obras que vão atender a Zona Norte, que ainda sofre com a falta de rede de esgoto.

Segundo Fraga, no ano passado foram feitas 11 mil novas ligações de esgoto na cidade, mas o grande diferencial devem ser as obras no lado norte da cidade, que já foram licitadas.

Essas obras vão permitir a travessia do esgoto sobre o rio Tietê e sob a rodovia Castelo Branco, fazendo a ligação com a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Barueri.

Conforme explica Fraga, essas obras devem “viabilizar o atendimento de muitas ligações que, até então, não estavam sendo atendidas por conta de entraves operacionais”.

REDE DE ÁGUA
A rede de água de Osasco tem 1.200 km de extensão. De acordo com Fraga, entre 40% e 50% desse total estão obsoletos, comprometendo os serviços de abastecimento.

Nos últimos 30 meses, a operadora investiu R$ 80 milhões na substituição de 100 km da rede considerada defasada. “Com essas substituições, nós eliminaremos futuros vazamentos, aberturas nas vias públicas e quebras nos passeios, o que vai proporcionar uma regularidade no abastecimento de água”, explicou Fraga.

Após a explanação de Fraga, a reunião foi aberta a perguntas dos vereadores e internautas.

Por meio da assessoria, o vereador Jair Assaf questionou prazos para a implantação de rede de esgoto em assentamentos de famílias no bairro Jardim Aliança.

De acordo com Fraga, os serviços prestados em áreas irregulares dependem de autorização da Prefeitura. O representante da Sabesp acredita que o bairro poderá chegar aos 100% de esgoto tratado após a conclusão das obras na Castelo Branco.

SERVIÇOS CONTINUAM
Mesmo com as medidas de isolamento por conta da pandemia de Covid-19, os serviços operacionais da Sabesp continuam em atividade.

O atendimento presencial no posto do Poupatempo foi substituído por um novo canal de comunicação, pelo e-mail [email protected]

ENCONTROS MENSAIS
A reunião desta quinta foi a primeira após o início da pandemia, e aconteceu por videoconferência, em atenção às medidas de isolamento em vigência.

As reuniões mensais entre representantes da Câmara e da Sabesp começaram em 2019, com o objetivo de aproximar a população da operadora.

Para o vereador Josias da Juco, os encontros têm sido importantes para levar informações à população sobre os serviços prestados. “Que a gente possa continuar cada vez mais a se adequar a esse momento de pandemia, dando continuidade aos serviços prestados à população”, justificou o parlamentar.

Posts Relacionados

Mutirão “Amor Por Osasco” chega ao Campesina e Vila Yara

Redação

Times da região entram em campo no meio da semana, pelo Campeonato Paulista

Alessandro Belcorso

Beneficiários do BPC/LOAS devem atualizar ou fazer cadastro no CadÚnico até dezembro

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO