26.6 C
Osasco
10 de agosto de 2020
Osasco Política

“Com o apoio do PDT ao Rogério Lins abro mão da minha reeleição”, diz Régia

Vereadora divulgou nota em suas redes sociais. Partido admite poder compor chapa com o prefeito de Osasco – foto: Eudes de Souza
Essa semana, o PDT colocou o nome de Mônica Veloso à disposição para compor a chapa majoritária como vice-prefeita de Rogério Lins (Podemos) para reeleição a prefeito de Osasco. Em nota, a vereadora doutora Régia afirmou que se configurada a aliança ela irá retirar sua candidatura à reeleição para vereadora.
“Não compactuo com a poli´tica de interesses por obtenção única e exclusiva do poder, a poli´tica que acredito tem lado e objetivos, ideias e ideais. Não é possível inclinar minha postura na direção contrária da oposição ao atual governo que sempre fiz, sou líder da oposição na Câmara Municipal desde o primeiro dia, em que era apenas eu, diante dos outros 20 vereadores e que aos poucos cresceu, com adesão de mais dois parlamentares”, recordou.
Ela ainda citou ter sido fiel a Jorge Lapas (PDT). “Durante praticamente meus 4 anos de mandato fui a u´nica vereadora a defender o legado que o ex-prefeito Jorge Lapas conquistou para Osasco, enquanto aqueles que foram eleitos sob o seu apoio, rapidamente mudaram de lado”.
Régia ainda completou: “Não trairei o meu eleitor, não traio os meus valores e princípios, meu compromisso é com a cidade e com o seu povo, independente se estarei ou na~o ocupando a cadeira como parlamentar, ou como Secretária de Educação, Corregedora da Guarda Civil, entre outras posições que ocupei na administração pública de Osasco”.
A parlamentar ainda chamou de “aberração” a possível aliança entre PDT e Podemos. “O partido ao qual milito tem um estatuto que defende o Trabalhismo Democrático, apoia incondicionalmente os trabalhadores, enquanto o Podemos votou favorável na Ca^mara Federal a’ reforma trabalhista e na da Previdência, pontos importantes que destacam o antagonismo partida´rio entre as siglas”.
Sobre a indicação de Mônica Veloso para vice de Lins, Régia disse ser “um contrassenso com relação a classe trabalhadora e demais bandeiras que o nosso partido [PDT] defende”. “Por ainda acreditar que o voto consciente do nosso eleitor em Osasco ainda tem valor, saio dessa disputa eleitoral que em minha concepção se torna inviável diante dos olhos dos que acreditam na poli´tica se´ria. Não mudo o meu posicionamento poli´tico em relação às bandeiras que defendo, numa luta por justiça social, trabalho e renda, igualdade de gêneros e raças, saúde e educação de qualidade para todos. Torço para que o futuro do PDT-Osasco volte a estar alinhado aos seus valores ideológicos, que volte a ser o PDT de Darcy Ribeiro e Leonel Brisola, que suas lutas não sejam passado e sim um reflexo para um futuro promissor”, finalizou.
Fonte: Diário da Região

Posts Relacionados

Banda Osasco recebe homenagem pelos 64 anos de vida

Redação

Após enquete, De Paula destinará emenda à maternidade Amador Aguiar

Redação

Prefeito faz balanço de governo na reabertura do ano legislativo

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO