28.3 C
Osasco
19 de setembro de 2020
Cidades

O que poderá ser reaberto em SP com a ‘Quarentena Inteligente”

O governo do Estado de São Paulo divulgou as regras do Plano São Paulo, para a retomada conscientes das atividades econômicas que se inicia na próxima segunda-feia, 1º de junho.
Foto: Divulgação

 

Para classificação das regiões, o Estado foi divididos em 17 Departamentos Regionais de Saúde, mais a capital paulista, onde cada um deles foi classificado de acordo com a situação que se encontra no momento. São eles:

• Município de São Paulo (Classificação laranja – Fase 2)

• Grande São Paulo (Classificação vermelha – Fase 1)

• Araçatuba (Classificação laranja – Fase 2)

• Araraquara/São Carlos (Classificação amarela – Fase 3)

• Baixada Santista (Classificação vermelha – Fase 1)

• Barretos (Classificação amarela – Fase 3)

• Bauru (Classificação amarela – Fase 3)

• Campinas (Classificação laranja – Fase 2)

• Franca (Classificação laranja – Fase 2)

• Marília (Classificação laranja – Fase 2)

• Piracicaba (Classificação laranja – Fase 2)

• Presidente Prudente (Classificação amarela – Fase 3)

• Registro (Classificação vermelha – Fase 1)

• Ribeirão Preto (Classificação laranja – Fase 2)

• São João de Boa Vista (Classificação laranja – Fase 2)

• São José do Rio Preto (Classificação laranja – Fase 2)

• Sorocaba (Classificação laranja – Fase 2)

• Taubaté (Classificação laranja – Fase 2)

Divisão do Estado de São Paulo por Departamento Regional de Saúde

Segundo o que as deliberações do governo do Estado, os municípios que estiverem na fase 1 (classificação vermelha) deverão manter a quarentena que ocorre hoje, já os municípios que estiverem nas fases 2 (laranja), 3 (amarela) e 4 (verde) poderão flexibilizar determinados setores da economia através de decretos publicados pelos prefeitos da cidade observando os planos regionais.

Atividades que podem ser reabertas de acordo com a fase que o município se encontra

Dentre os pré-requisitos para a flexibilização estão a adesão de protocolos de testagem, média da taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivas para pacientes com coronavírus, número de novas internações no mesmo período e o número de óbitos .

A requalificação de fase para mais restritiva será feita semanalmente, caso a região tenha piora nos índices. Para que haja uma promoção a uma fase com menos restrições e mais aberturas, serão necessárias duas semanas.

O objetivo do Plano São Paulo é dar autonomia para que prefeitos diminuam ou aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos pelo Estado, desde que apresentem os pré-requisitos embasados em definições técnicas e científicas.

Fonte: Notícia em Tempo

Posts Relacionados

PSS passam a fornecer alimentação para pacientes

Joyce Araújo

AACD realizará o 3º Happy Day, que contará com a banda Tudo Teen, ator Nicholas Torres, o Jaime Palilo do carrossel, e muito mais

Redação

Prefeitura de Carapicuíba investe em obras de revitalização na cidade

Mariana Domin

DEIXE UM COMENTÁRIO