27.4 C
Osasco
12 de agosto de 2020
Viagens

Coronavírus: Em todo o mundo, estátuas usam máscaras durante a pandemia

Máscaras e luvas de proteção em estátuas: essas cenas incomuns se multiplicaram em todo o mundo desde que a pandemia de Covid-19 atingiu muitos países, causando a morte de dezenas de milhares de pessoas.

 

Monumento das Bandeiras, Parque do Ibirapuera

Para conscientizar as pessoas sobre a importância de se proteger e permanecer confinadas, nesta terça-feira (12), em ação conjunta com o Governo do Estado de São Paulo e em parceria com a Prefeitura da Capital, monumentos e estátuas espalhados pela cidade ganharam máscaras de proteção e foram vistas enfeitadas com equipamentos médicos. A mensagem é clara: diga ao mundo que todos são afetados e que ninguém é imune, nem mesmo uma figura de bronze.

Entre os monumentos e estátuas que fazem parte da ação, estão o Monumento às Bandeiras, Estátua da Praça IV Centenário, Estátua de Pedro Álvares Cabral, Estátua de Faria Lima, Estátua de Nicolau Scarpa, Estátua de Mário de Andrade, Estátua do Borba Gato, Monumento Francisco de Miranda (Praça do Ciclista).

Desde o início da pandemia, a ação do uso de máscaras em monumentos históricos acontece em vários países.  De acordo com especialistas, o uso de máscaras é uma importante medida para a prevenção, uma vez que evita o contágio e a proliferação do vírus.

Confira abaixo monumentos em todo o mundo que aderiram a ação:

  • Freddie Mercury

A estátua do líder do Queen, Freddie Mercury usa uma máscara às margens do lago, em Genebra. A escultura está localizada na cidade suíça de Montreux, onde o músico viveu por muitos anos.

A estátua do cantor Freddie Mercury em Montreux, Suíça. AFP / Fabrice Coffrini

 

  • Garota Sem Medo

Na cidade de Nova York, epicentro de casos de contágios e mortes no mundo, as estátuas Fearless Girl e Charging Bull ganharam máscaras. Em especial, a estátua da Garota Sem Medo que se tornou um ícone em 2018, tendo como objetivo inicial chamar a atenção para a diversidade de gênero na liderança corporativa. E hoje,  se tornou um fenômeno global e está localizada em frente à Bolsa de Valores de Nova York.

Fearless Girl em Nova York. Foto: Insider.com

 

  • Mafalda 

Em Buenos Aires, nossos hermanos argentinos usaram máscaras nos personagens de quadrinhos imortalizados por Quino, como Mafalda, que também foram flagrados “se protegendo do coronavírus”.

 

Mafalda e sua turma em Buenos Aires. Foto: Prensa GCBA

  • Rocky Balboa

A estátua “Rock Balboa”, é referente ao terceiro filme da ‘saga’,  estrelado por Sylvester Stallone,  lançado em 1982 e é uma obra do escultor Thomas Schomberg.Atualmente, ela está localizada na entrada do Museu de Arte de Filadélfia em Filadélfia, Pensilvânia, Estados Unidos. Além da máscara, a escultura expõe uma placa com os dizeres “Filadelfia fique em casa e lave as mãos”.

Uma placa sentada na base da Rocky Balboa Sculpture do lado de fora do Philadelphia Art Museum. Foto de Gilbert Carrasquillo / Getty Images.

 

  • Cristo Redentor

Na lista das 7 maravilhas do Mundo, um dos pontos turísticos mais visitados do Brasil, o Cristo Redentor a cada semana se torna um emblema brasileiro contra a COVID-19.  Localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, no domingo (03/05) recebeu uma máscara e uma arte cenográfica que refletia a hashtag: “Máscara Salva”.

 

 

 

 

Posts Relacionados

Viajar a preço de banana? No Hurb você encontra pacotes nacionais e internacionai com 60% de desconto e sem taxas

Alessandro Belcorso

Próxima parada: Nordeste! Com preços que cabem em qualquer bolso

Alessandro Belcorso

Vereadores de Osasco aprovam redução de imposto para empresas de turismo

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO