19.9 C
Osasco
29 de setembro de 2020
Osasco Política Saúde

Após pressão de Dr. Lindoso, prefeito decide pagar abono dia 30 de maio

Após a cobrança do vereador Lindoso, prefeito antecipa data de pagamento do abono aos servidores no combate do Covid-19 para o final de maio.

Foto de internet – Dr Lindoso

 

Uma circular assinada pelos secretários Pedro Sotero, Finanças, e Roberto Gardini, Administração, provocou indignação nos servidores que atuam no combate à pandemia do Covid 19 e também no vereador e médico, Dr. Lindoso.

“Os servidores precisam do abono agora, tenho certeza de que a maioria iria usar a verba para comprar equipamentos de proteção individual melhores que os oferecidos pela Prefeitura. Esperar pelo fim da pandemia é um ato extremamente injusto. Votei no projeto para favorecer os servidores e não foi isso que votamos, o pagamento precisa ser efetuado já”, comentou Dr. Lindoso, assim que soube das regras estabelecidas através da circular.

Indignado com a situação, Dr. Lindoso gravou uma mensagem exigindo que o prefeito voltasse atrás da decisão e pagasse o mais rápido possível o abono prometido aos servidores.

Afirmando que a informação era fakenews, mesmo com o documento assinado por  seus secretários circulando em todo município, o Prefeito negou que o pagamento seria feito apenas no final da pandemia, e contrariando sua própria fala decidiu pagar o bônus no dia 30 de maio, cedendo à pressão exercida por Dr. Lindoso.

Dr. Lindoso ainda acha a data longínqua e afirma que poderiam pagar antes através de folha suplementar. “Votamos essa lei em abril, não faz sentido esperarmos mais 20 dias para que os servidores recebam o abono. A Prefeitura pode sim pagar através de folha suplementar, antes do dia 30 de maio”, afirma Dr. Lindoso.

A Câmara Municipal ao aprovar o Decreto relativo ao abono especificou que tratava-se de uma emergência. Além disso, a Prefeitura não esclareceu se o pagamento será integral ou parcelado, informação que não pode ser omitida.

Posts Relacionados

Câmara reverte decisão do Senado e mantém veto de Bolsonaro a reajuste de servidores

Bruno Schwabenland

Secretário de Saúde de Osasco sofre atentado

Redação

Prefeitura adquiriu mais quatro novas ambulâncias na Rede Municipal de Saúde

Joyce Araújo

DEIXE UM COMENTÁRIO