17.8 C
Osasco
25 de maio de 2020
Araçariguama

O lixão de Araçariguama receberá 1500 toneladas de resíduos por dia em seu aterro, que passará a operar ainda neste ano

O Centro de Gerenciamento de Resíduos, popularmente conhecido como lixão, está prestes a começar suas operações na cidade de Araçariguama

 

Imagem ilustrativa – Foto: Ederson Hising

 

As obras estão a todo vapor,  e o próprio site da empresa administradora do lixão(Veolia) informa, é que as operações iniciarão ainda neste ano(2020), porém irregularidades ou ainda as controvérsias continuam a tirar o sono da população araçariguamense.

Esta implantação, do famigerado aterro sanitário, vulgo lixão, não poderia ser instalada em cima de 9 nascentes de água que formam o Ribeirão do Colégio, único ponto de captação de água potável que abastece o município de Araçariguama, além de, por afluentes, abastecer Itu e Salto. Com a provável contaminação, o abastecimento de água potável referido será impossibilitado e as consequências para a saúde da população nos anos subsequentes serão devastadoras.

As referidas obras foram realizadas sem nenhum óbice ou fiscalização da atual administração do prefeito interino Joca Júnior ou mesmo pela Câmara Municipal, configurando omissão dos citados pela não informação ao poder Judiciário, que havia determinado a paralisação de todas as obras.

Vale ressaltar  que a continuidade das obras se deram, coincidentemente, após passados 6 meses do afastamento da Prefeita Lili Aymar. A chefe do executivo, desde o início de sua gestão, se posicionou contra e tomando providências legais e administrativas, contra a instalação do mesmo, Chegando a paralisar e embargar todas as obras, anulando autorizações e certidões emitidas pela gestão anterior.

Se mesmo com tudo isso, as intervenções da prefeita junto ao poder judiciário, as operações realmente prosseguirem, saiba você morador de Araçariguama, que o lixão estará apto a receber 1.500 toneladas por dia , porém a cidade produz apenas 24 toneladas por dia, ou seja, os munícipes  deveriam produzir 62 vezes mais para atingir a capacidade total.

Veja o que diz o site;  (https://www.veolia.com.br/centro-de-gerenciamento-de-residuos-aracariguama-sp)

A empresa diz que que serão recepcionados as “Disposição Final de Resíduos Industriais e Urbanos Classes IIA e IIB“, entenda o que é cada tipo de descarte;

Entenda o que será e como será jogado no lixão da cidade.

Os resíduos classe IIA, ou não inertes, são aqueles que possuem propriedades como biodegradabilidade, combustibilidade ou solubilidade em água. São popularmente conhecidos com resíduos orgânicos e merecem destaque especial pela capacidade de sua transformação. Os efluentes também podem ser classificados classe IIA.

Exemplos de resíduos não inertes da Classe IIA

Imagem divulgação

Abaixo listamos alguns exemplos de resíduos classificados como classe IIA.

  • Restos orgânicos da indústria alimentícia (restos de alimentos);
  • Restos de madeira;
  • Materiais têxteis;
  • Fibras de vidro;
  • Lodo vindo de filtros;
  • Limalha de ferro;
  • Lama proveniente de sistemas de tratamento de água;
  • Poliuretano (presente em espumas, adesivos, preservativos, vedações, carpetes, tintas e mais);
  • Gessos;
  • Lixas;
  • Discos de corte;
  • Equipamentos de Proteção Individual, desde que não contaminado (inclui uniformes e botas de borracha, prensas, vidros e outros).

 

Os resíduos classe IIB, ou inertes, não são solúveis, nem inflamáveis, não sofrem qualquer tipo de reação física ou química, nem afetam negativamente outras substâncias que entrem em contato com esse tipo de resíduo. Podem ser dispostos em aterros sanitários ou reciclados, pois não sofrem qualquer tipo de alteração em sua composição com o passar do tempo.

 

Exemplos de resíduos não inertes da Classe IIB

Abaixo listamos alguns exemplos de resíduos classificados como classe IIB.

  • Sucata de ferro;
  • Sucata de aço;
  • Entulhos

Araçariguama, assim como os demais municípios do Brasil, vive momento de grande preocupação em relação ao avanço dos casos de coronavírus, mas vale atenção para este fato, caso contrário, a cidade será um celeiro de entulho e lixos, recebendo 1.500 toneladas por dia.

Posts Relacionados

Matrículas e rematrículas para 2019 tem início a partir de hoje(05)

Alessandro Belcorso

Prefeita Lili Aymar participa de reuniões no Conselho de Desenvolvimento da RMS e no CIOESTE

Joseane Martins

Moradores do Lavapés, no Jardim Brasil, contarão com um novo complexo de lazer e convivência

Renan Guerreiro

DEIXE UM COMENTÁRIO