16.5 C
Osasco
25 de maio de 2020
Cidades Osasco Política

Prefeitura estaria omitindo dados sobre Coronavírus?

Dados apontados pelo Governo do Estado de SP são diferentes apresentados pela Prefeitura de Osasco

A Secretaria Estadual de Saúde é responsável por coletar, organizar e analisar dados que identificam a situação do desenvolvimento econômico e social do Estado de São Paulo, e com a propagação do coronavírus na cidade, o site da Seade passou a divulgar dados atualizados diariamente sobre os casos do vírus no Estado, inclusive separado por casos nos municípios.

As prefeituras de cada município  mesmo divulgando seus dados em seus próprios veículos, são responsáveis de informar o governo os casos registrados de pessoas infectadas em sua cidade, e não seria diferente com a cidade de Osasco.

Existem muitas dúvidas em relação aos dados que são transmitidos pela prefeitura de Osasco nas lives diárias feitas pelo prefeito Rogério Lins. Confrontando os números desta segunda-feira, 6 de abril, observamos uma discrepância entre os dados oficiais da prefeitura e a contagem oficial apresentada pelo Governo do Estado de SP. Em relação ao número de contaminados, observa-se nos dados abaixo a relevante diferença.

https://www.seade.gov.br/coronavirus/

Os casos confirmados pela contaminação do vírus divulgado pela prefeitura de Osasco tem sido menor que a divulgado pelo Governo do Estado, como apontado nos dados.

Além disso, no último mês tivemos na cidade, muitos corpos enterrados em e caixões lacrados e sem velório. Foram sepultamentos feitos a toque de caixa, onde os familiares sequer puderam velar ou se despedir dos entes queridos. A divergência com a realidade fica ainda mais clara quando comparamos os números divulgados nas lives do prefeito de Osasco, com outras importantes cidades da região, como por exemplo Barueri, que apresenta um número proporcionalmente maior de infectados e mortes, constatadas por Covid-19 – como mostram os números abaixo – quando a população de Osasco é quase 3 vezes maior que a de Barueri.

Os fatos ficam ainda mais evidente, quando observarmos o cenário permanentemente caótico da saúde municipal, sabendo que, até por isso, muitos dos moradores de Osasco acabam se socorrendo da estrutura de atendimento de Barueri.

Sobre a gestão da saúde de Osasco, outro erro apontado por especialistas, é o fato de a administração Rogério Lins, em plena pandemia, deixar de investir pesado na atenção secundária – de pronto atendimento – para injetar recursos no atendimento primário. Ao assistir as lives do prefeito com os dados apresentados, temos a impressão de que ele quer manter a falsa sensação de que tudo está sob controle. E não está, o que pode nos levar a um resultado reverso e perigoso, para um cenário de muito mais infectados e óbitos, amigos seus e meus, que serão enterrados em caixões lacrados, sem ao menos podermos nos despedir.

A pergunta que não quer calar; A partir das discrepâncias constatadas acima, é a seguinte: se os dados apresentados diariamente pelo prefeito são reais, de onde vem a enorme preocupação com o comércio fechado e a cidade toda parada?

Posts Relacionados

“Projeto Desperta Já!” chega a Osasco com mutirão para doação de sangue

Redação

Matrículas e rematrículas para 2019 tem início a partir de hoje(05)

Alessandro Belcorso

Secretaria do Desenvolvimento Social de Caieiras abre inscrições para processo seletivo para 8 vagas

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO