11.1 C
Osasco
25 de maio de 2020
Esporte

Osasco Audax/São Cristóvão Saúde joga com atitude no Liberatti já com foco no playoff da Superliga

Mesmo desfalcada de Jaque, equipe comandada por Luizomar fez uma apresentação digna do peso de sua camisa diante do vice-líder Itambé Minas e deixou a quadra de cabeça erguida, apesar de ter sido superada por 3 sets a 1. Time segue trabalhando para enfrentar o Sesi Bauru pelas quartas de final
(Foto: João Pires / Fotojump)

Existem dias em que o resultado não vem, mas o time pode sair de quadra de cabeça erguida. Essa foi a tônica do duelo entre Osasco Audax/São Cristóvão Saúde x Itambé Minas nesta terça-feira (3), no ginásio José Liberatti. As mineiras venceram por 3 sets a 1, parciais de 25/20, 14/25, 25/14 e 25/23, em 1h48min, mas as osasquenses fizeram um partida digna de um time que tem camisa, raça e coração. Agora, encerra a fase de classificação da Superliga Banco do Brasil na próxima terça-feira (10), diante do Valinhos. O adversário do playoff das quartas de final já está definido, será o Sesi Bauru.

Mesmo desfalcado de Jaque (poupada em função de uma contratura na musculatura cervical), que tem sido uma das principais jogadoras de Osasco na temporada, o time mostrou uma postura diferente em relação a última rodada, quando foi superado pelo Dentil Praia Clube. “Nossa energia foi muito mais positiva. A verdade é que treinamos muito, muito e muito e acredito que o nosso desenvolvimento vai começar a aparecer cada vez mais, especialmente agora na fase decisiva, contra o Bauru. E para os playoffs, vamos treinar mais, mais e mais”, afirmou a oposta sérvia, que foi a maior pontuadora osasquense, com 19 acertos.

A levantadora Roberta também destacou o astral da equipe. “Eu não gosto de usar o termo ‘esse jogo não valia nada’, mas em termos de classificação para o playoff, nossa situação já estava definida. Mas nós sabíamos do valor em termos de buscar segurança e melhorar em alguns quesitos. E acredito que conseguimos. Entramos com uma postura melhor e isso ajudou nas nossas atitudes. Jogamos mais soltas”, analisou a capitã, destaque no saque, com quatro aces e um total de seis pontos.

Roberta também falou da parte técnica e tática. “Tocamos mais no bloqueio e defesa diante do Minas. Contra Praia não fomos bem e mesmo assim acho que já melhoramos no bloqueio/defesa. Acredito que crescemos nesse ponto. Infelizmente não deu para bater o Itambé, mas gostei de ver nossa postura no saque, bloqueio e defesa, o time lutando a cada ponto. O que fica é isso, a atitude da equipe”, completou.

O jogo – Osasco fez um bom primeiro set e jogou de igual para igual contra o forte time do Minas. Depois de ver o rival abrir quatro pontos (9/5), as comandadas de Luizomar reagiram e Vanessa empatou no 12/12. Sacando bem e com Bjelica eficiente no ataque, o Audax passou à frente com uma largada de Ellen (14/13). O jogo seguiu pegado até a reta final, quando as mineiras conseguiram desgarrar no placar. O treinador osasquense pediu tempo quando as adversárias marcaram 20/18 e colocou Kika em quadra para ajudar no passe. Mas, apesar das tentativas, que ainda contou com as entradas de Casanova e Pri Heldes na inversão, o Itambé segurou a ponta e fechou em 25/20.

Ellen explorou o bloqueio e fez 9/8 no início do segundo set. Foi quando Roberta seguiu para o saque. A levantadora só saiu da linha de serviço com o placar em 15/8, com direito a quatro aces nos seis pontos seguidos marcados por Osasco. Ellen também detonou no saque. Após três pontos seguidos com a ponteira servindo, o Audax/São Cristóvão Saúde encaminhou a vitória com 20/9 no placar. E ela veio com um bloqueio simples de Roberta: 25/14 e 1 set a 1.

Tudo que deu certo no segundo set, deu errado no terceiro. Osasco não conseguiu repetir o bom desempenho e cometeu erros na recepção e contra-ataque que determinaram o resultado. Com isso, o Minas dominou a parcial. Luizomar tentou de tudo. Gastou os dois pedidos de tempo logo no início para arrumar a casa (no 2/6 e 4/10), mas não deu certo. Também promoveu as entradas de Kika, Casanova e Pri Heldes, também sem resultado. Com isso, as adversárias conseguiram devolver o placar da parcial anterior e ganharam por 25/14.

Osasco voltou para o jogo no quarto set. Jogando de igual para igual, equilibrou a parcial. Bia garantiu o empate em 6/6 no bloqueio simples e, depois, no 13/13 repetiu a dose. Após longo rali, marcado por grandes defesas de Camila Brait, Bjelica atacou e Osasco ganhou o ponto graças à marcação de toque na rede (17/18). Novo empate, 18/18, veio com mais uma falha adversária depois de uma pancada da oposta sérvia. Bia, no bloqueio, virou o jogo (21/20). Mas, na reta final, as mineiras foram mais eficientes e venceram por 25/23.

Vôlei Osasco-Audax jogou com Roberta (6), Bjelica (19), Bia (7), Mara (5), Ellen (15), Vanessa Janque (7) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar de Moura. Entraram: Casanova (1), Pri Heldes, Kika.

Itambé Minas jogou com Macris, Sheilla (5), Carol Gataz (18), Acosta (14), Rabadzieva (7), Thaisa (21) e a líbero Léia. Técnico: Nicola Negro. Entraram: Bruna Honório (8), Kasiely (3) Lana (1), Bruna Costa, Vivian.

Time da temporada 2019/20 – O Osasco Audax/São Cristóvão Saúde montou um time competitivo na temporada 2019/2020, com os patrocínios de Audax, Bradesco, iFood, São Cristóvão/Saúde, Reserva Raposo, EcoOsasco e Hummel, além do apoio da Prefeitura de Osasco. Entre os nomes consagrados estão Bia, Mara e Roberta, trio que auxiliou o Brasil a conquistar a vaga para a Olimpíada de Tóquio. Outro destaque é a líbero Camila Brait, que segue na equipe e, após grande desempenho na temporada passada, está de volta à seleção brasileira. Quem retornou ao time é a bicampeã olímpica Jaqueline.

A cubana Heidy Casanova e a sérvia Ana Bjelica são as estrangeiras contratadas para a temporada 2019/20. A atacante da Sérvia já é conhecida da torcida e volta para defender Osasco após jogar pelo clube na temporada 2016/17. A equipe conta ainda com nomes conhecidos do cenário nacional como Ellen Braga, Vanessa Janke, Pri Heldes e Fernanda Tomé, além de jovens atletas como Adriani Vilvert, Amanda Sehn, Karyna Malachias e Kika.

Credenciamento – Os veículos de comunicação interessados em cobrir a partida do Vôlei Osasco-Audax devem enviar solicitação de credenciamento para o e-mail [email protected]. É preciso informar o nome do veículo, editoria, nome e cargos dos profissionais que estarão envolvidos na cobertura.

SUPERLIGA 2019/20 – 2° TURNO
17/01 – São Cristóvão Saúde/São Caetano 1 x 3 OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE
24/01 – Pinheiros 1 x 3 OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – São Paulo
28/01 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 3 x 0 Curitiba Vôlei – Osasco
04/02 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 3 x 1 Fluminense – Osasco
07/02 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 0 x 3 São Paulo/Barueri – Osasco
11/02 – Sesc/RJ 3 x 1 OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – Rio de Janeiro
15/02 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 0 x 3 Sesi Vôlei Bauru – Osasco
20/02 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 3 x 1 Flamengo – Osasco
28/02 – Dentil Praia Clube 3 x 0 OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – Uberlândia
03/03 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 1 x 3 Itambé Minas – Osasco
10/03 – 21h30 – Valinhos x OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – Valinhos (Canal Vôlei Brasil)

1° TURNO
12/11 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 3 x 0 São Cristóvão Saúde/São Caetano – Osasco
16/11 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 3 x 1 Pinheiros – Osasco
19/11 – Curitiba Vôlei 0 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Curitiba
26/11 – São Paulo/Barueri 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Barueri
29/11 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 2 x 3 Sesc/RJ – Osasco (Sportv)
06/12 – Sesi Vôlei Bauru 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Bauru
11/12 – Fluminense 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Rio de Janeiro
13/12 – Flamengo 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Rio de Janeiro
21/12 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 1 x 3 Dentil Praia Clube – Osasco
10/01 – Itambé Minas 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Belo Horizonte
14/01 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 3 x 0 Valinhos – Osasco

Fonte: ZDL

Posts Relacionados

O Vôlei Osasco Audax apresenta a mais nova contratada

Alessandro Belcorso

Gol mais bonito do Paulistão 2019 é do Oeste Barueri

Redação

Campeãs dos Jogos Regionais, meninas do Audax carimbam vaga nas quartas do Brasileiro

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO