12.4 C
Osasco
10 de julho de 2020
Carreiras e Negócios

A maior tragédia e solução para humanidade

Nos capítulos 1 e 2 de Gênesis, é citada a criação, sendo que não haviam leis, a única ordem era não tocar no fruto da árvore da ciência do bem e do mal, porém mesmo habitando no paraíso, tendo o privilégio de terem um corpo perfeito e diariamente a visita de Deus, deixaram levar pelas palavras da serpente, contrariando a ordem do Criador, não apenas tocaram, mas comeram do fruto, quiseram obter a onisciência, dom que Deus não divide com ninguém, desejaram ser igual ao Criador.
Acreditamos que os alto índices de desemprego, perdas, decepções, catástrofes naturais, epidemias, rumores de guerras, crises econômicas e políticas, entre outras, são as piores situações para a humanidade, mas nada é comparável com a maior tragédia da história, a queda do homem citada em Gênesis 3. Todo o conteúdo bíblico a partir de Gênesis 4 até o livro do Apocalipse, são consequências dessa queda.
Houve cobiça, desobediência, o pecado entrou no mundo, Deus não foi surpreendido, a queda era uma possibilidade, porém entre todos os cenários, esse foi o melhor de todos, o objetivo é sempre que o nome do Senhor seja glorificado, pois acima do livre-arbítrio, existe a soberania divina, Deus não é um tirano, Ele intervém com justiça e amor, como prova disso, posteriormente Ele enviou o seu Filho para redenção dos nossos pecados, Jesus foi o segundo Adão, o primeiro falhou na sua missão, porém o segundo não estava no paraíso e mesmo assim foi fiel até o fim, não caiu em tentações.
Inicialmente o livre-arbítrio era para o homem escolher formas de glorificar ao nome do Senhor, mas após a queda, tornou-se a opção para o homem escolher em obedecer ou não ao Criador, entre o livre-arbítrio e soberania divina, existe a responsabilidade humana, temos que ter consciência das nossas escolhas, além disso, o homem prestará contas no dia do juízo de todos os seus atos, temos que nos arrepender dos nossos pecados, enquanto houver vida, há tempo.
Durante a história da humanidade, o homem percorreu caminhos errôneos, que ocasionaram diversos desconfortos, muitos se utilizam do livre-arbítrio em busca de poder, riquezas e adorações indevidas relacionadas a outras convicções políticas e filosóficas. A bíblia é o único livro sagrado, devemos adorar apenas ao único Criador, caso alguma situação contemporânea não esteja em conformidade com as escrituras, então devemos ignorá-la, a bíblia sempre deve ser a nossa referência nesse mundo em que vivenciamos diversas fases, algumas passageiras, outras duradouras, mas nada é comparável ao que o Criador preparou para nós na eternidade.
Vivemos em uma sociedade caótica, queremos empregos, melhores sistemas de saúde, educação e segurança, o ambiente externo necessita sim de mudanças, porém as principais mudanças devem ocorre no ambiente interno, nossas vidas, a principal melhoria deve começar em nós, quais caminhos estamos escolhendo percorrer? Todos somos pecadores e iremos colher as consequências das nossas escolhas, o nosso cotidiano irá melhorar após realizarmos as escolhas corretas, Jesus é o único caminho que produz redenção, salvação e vida eterna, então medite sobre os conteúdos dos seus pensamentos, sentimentos, condutas e caminhos, eles estão lhe aproximando ou afastando de Deus? Semelhante o ocorrido em Gênesis 3, a influência despertou o desejo, gerando cobiça e desobediência, resultando na maior tragédia da humanidade, não deixe nenhum momento passageiro desse mundo lhe iludir, mantenha o foco no único intermediador entre o homem e Deus: Cristo Jesus, dessa forma você obterá o melhor de Deus não somente nesta terra, mas também na incomparável vida eterna.

Posts Relacionados

Grupo de jovens empreendedores fundam o primeiro coworking de Araçariguama

Renan Guerreiro

Provas de Vestibular de Inverno do Unifieo vão até 26/07

Redação

Gestão de pessoas: A inovação para o sucesso da sua organização passa por aqui.

Patrick

DEIXE UM COMENTÁRIO