19.9 C
Osasco
29 de março de 2020
Esporte

Osasco é superado pelo Sesc, no Rio, em partida marcada por erros da arbitragem

Audax/São Cristóvão Saúde lutou da primeira a última bola e se manteve em condições de vencer a partida desta terça-feira (11), no ginásio do Tijuca, pela sexta rodada do segundo turno da Superliga Banco do Brasil. Porém, foi prejudicado por marcações equivocadas dos árbitros
Bjelica ataca
(Marcio Mercante / Divulgação)

Em uma noite em que a mão da arbitragem pesou contra o Osasco Audax/São Cristóvão Saúde, o Sesc/RJ saiu vitorioso na partida desta terça-feira (11), no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 23/25, 25/20 e 25/23, em 1h58min, pela sexta rodada do segundo turno da Superliga Banco do Brasil. Além de falhas na marcação de jogadas, como uma bola dentro de Bjelica no terceiro set, dois cartões vermelhos ajudaram a definir a partida para as cariocas. O confronto foi transmitido ao vivo pelo SporTV e suas câmeras confirmaram a sequência de erros da arbitragem, que definiram os dois últimos sets.

O saldo positivo foi a postura guerreira das comandadas do técnico Luizomar, que não se entregaram em nenhum momento e lutaram, até a última bola, em busca da vitória. O espírito é manter a mesma garra e dedicação em quadra para buscar o resultado positivo na partida de sábado, quando o Osasco Audax/São Cristóvão Saúde recebe o Sesi Bauru, no ginásio José Liberatti, pela sétima rodada da Superliga Banco do Brasil.

O jogo  O clássico começou com a emoção que se espera de uma grande partida. Depois da igualdade em 6/6, o Sesc abriu três pontos (10/7) e permaneceu na frente até Bjelica empatar direto do saque no 13/13. Osasco passou à frente com um ace de Roberta, no 18/17, e chegou a abrir dois pontos (19/17). O jogo estava muito equilibrado. As donas da casa fizeram 19/19 e conseguiram reassumir a ponta no 23/22. Jaque, na largada, garantiu o 23/23, mas, as cariocas aproveitaram as chances decisivas e levaram o primeiro set por 25/23.

Mara, um dos grandes nomes de Osasco no primeiro set, cravou um ace no início da segunda parcial para o Audax abrir três pontos (4/1). Com um bloqueio de Bia, fez 6/2. Com uma bola de segunda de Roberta, a vantagem foi para cinco pontos (7/2). Jaque aproveitou o contra-ataque, após defesa de Camila Brait, para descer o braço e fazer 13/8. Com dois pontos seguidos – de ataque e saque – Bjelica levou o Audax a 16/11. Quando o Sesc diminuiu a desvantagem para dois pontos (17/15), Luizomar pediu tempo. Bia forçou o saque e as paulistas voltaram a abrir quatro pontos (20/16). O Sesc encostou novamente, mas Bjelica desafogou com uma largada no 21/19. Ellen cravou um ace (23/20) e Jaque garantiu o set point (24/20). A vitória veio após uma invasão do Rio: 25/23.

Osasco saiu atrás no terceiro set e viu o Sesc abrir 5/1. Sem perder a concentração, diminuiu a desvantagem para um ponto com uma bola de segunda de Roberta, após bom saque de Bjelica (6/7). A mesma Bjelica deveria ter marcado o oitavo ponto osasquense, o que levaria o placar para 8/11. Porém, a arbitragem marcou fora um ataque vencedor e a vantagem do Rio foi para quatro pontos (11/7). E outro problema com o juiz complicou ainda mais a vida do Audax. Bia protestou contra uma marcação duvidosa de toque na rede e acabou levando um cartão vermelho. Com o ponto perdido, as donas da casa fizeram 16/12. Luizomar parou o jogo para tentar acalmar suas atletas, que lutaram para “voltar” para o jogo. E remaram até o fim, mas a diferença era grande e o Sesc fechou em 25/20.

A arbitragem parcial, que definiu o terceiro set a favor do Rio, novamente pesou contra Osasco no quarto set. Em mais uma disputa equilibrada, na qual o Audax havia chegado ao empate no 13/13 com um bloqueio de Bia e depois com um grande saque de Mara (18/18), o árbitro sacou mais um cartão vermelho, desta vez para o técnico Luizomar, após toque claro de Juciely na rede. Com esse “lance”, o juiz praticamente definiu o Jogo. Ao invés de abrir 20/19, o Audax viu o Sesc empatar no 20/20. A tensão cresceu e as cariocas aproveitaram para abrir. As osasquenses não se entregaram e ainda empataram no 23/23, mas não suficiente para levar o quarto set.

Vôlei Osasco-Audax jogou com Roberta (4), Bjelica (14), Bia (10), Mara (15), Ellen (8), Jaque (14) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar de Moura. Entraram: Casanova (1), Pri Heldes, Kika, Vanessa Janke.

Sesc RJ jogou com Fabíola (1), Renatinha (2), Milka (11), Juciely (15), Amanda (18), Drussyla (11) e a líbero Natinha. Técnico Bernardinho. Entraram: Carol Leite, Peña (13).

Time da temporada 2019/20 – O Osasco Audax/São Cristóvão Saúde montou um time forte na temporada 2019/2020, com os patrocínios de Audax, Bradesco, iFood, São Cristóvão/Saúde, Reserva Raposo, EcoOsasco e Hummel, além do apoio da Prefeitura de Osasco. Entre os nomes consagrados estão Bia, Mara e Roberta, trio que auxiliou o Brasil a conquistar a vaga para a Olimpíada de Tóquio. Outro destaque é a líbero Camila Brait, que segue na equipe e, após grande desempenho na temporada passada, está de volta à seleção brasileira. Quem retornou ao time é a bicampeã olímpica Jaqueline.

A cubana Heidy Casanova e a sérvia Ana Bjelica são as estrangeiras contratadas para a temporada 2019/20. A atacante da Sérvia já é conhecida da torcida e volta para defender Osasco após jogar pelo clube na temporada 2016/17. A equipe conta ainda com nomes conhecidos do cenário nacional como Ellen Braga, Vanessa Janke, Pri Heldes e Fernanda Tomé, além de jovens atletas como Adriani Vilvert, Amanda Sehn, Karyna Malachias e Kika.

SUPERLIGA 2019/20 – 2° TURNO
17/01 – São Cristóvão Saúde/São Caetano 1 x 3 OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE
24/01 – Pinheiros 1 x 3 OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – São Paulo
28/01 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 3 x 0 Curitiba Vôlei – Osasco
04/02 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 3 x 1 Fluminense – Osasco
07/02 – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE 0 x 3 São Paulo/Barueri – Osasco
11/02 – Sesc/RJ 3 x 1 OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – Rio de Janeiro
15/02 – 19h– OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE x Sesi Vôlei Bauru – Osasco (Globoesporte.com)
20/02 – 20h – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE x Flamengo – Osasco (Canal Vôlei Brasil)
28/02 – 21h30 – Dentil Praia Clube x OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – Uberlândia (Sportv2)
03/03 – 20h – OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE x Itambé Minas – Osasco
10/03 – a definir – Valinhos x OSASCO AUDAX/SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE – Valinhos

1° TURNO
12/11 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 3 x 0 São Cristóvão Saúde/São Caetano – Osasco
16/11 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 3 x 1 Pinheiros – Osasco
19/11 – Curitiba Vôlei 0 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Curitiba
26/11 – São Paulo/Barueri 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Barueri
29/11 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 2 x 3 Sesc/RJ – Osasco (Sportv)
06/12 – Sesi Vôlei Bauru 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Bauru
11/12 – Fluminense 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Rio de Janeiro
13/12 – Flamengo 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Rio de Janeiro
21/12 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 1 x 3 Dentil Praia Clube – Osasco
10/01 – Itambé Minas 2 x 3 VÔLEI OSASCO/AUDAX – Belo Horizonte
14/01 – VÔLEI OSASCO/AUDAX 3 x 0 Valinhos – Osasco

 

Fonte: ZDL

Posts Relacionados

Está chegando a 6ª Corrida e Caminhada ANOSCAR

Redação

Osasco participou do Campeonato Nacional de Ginástica Artística, em Santos, e voltou pra casa com a PRATA

Alessandro Belcorso

Osasco Audax está classificado para a 2ª fase da copinha

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO