17.9 C
Osasco
11 de julho de 2020
Itapevi Saúde

Testes rápidos de HIV e Sífilis podem ser feitos gratuitamente

Gratuito e sigiloso, teste dá o resultado em apenas 30 minutos; ação acontece de 30 de novembro a 7 de dezembro

 

Em celebração ao Dia Internacional de Combate à Aids, que acontece no primeiro dia de dezembro, a Prefeitura de Itapevi realizará testes rápidos e gratuitos de HIV e sífilis nas unidades básicas de saúde, a partir do dia 30/11.

As ações fazem parte da 12ª edição da campanha Fique Sabendo e acontecem de 30 de novembro a 07 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h e no sábado (7) horário e locais especiais. O objetivo é promover a conscientização sobre o diagnóstico precoce da Aids e sífilis, incentivando a população a realizar o exame e se prevenir.

Além da testagem durante a semana, no sábado (30), os testes serão realizados nas UBS Amador Bueno, Cohab, Cardoso, São Carlos, nas USFs Suburbano, Jardim Briquet, Vitápolis e Rosemary e no SAE – Serviço de Atendimento Especializado – (Rainha).

Já no sábado (7), os testes poderão ser feitos também no Pronto-Socorro Central, na Praça 18 de Fevereiro, na UBS Amador Bueno e no SAE Rainha, das 9h às 15h.

O exame rápido possui três etapas e demora aproximadamente 30 minutos. Primeiro, é preenchida a ficha de atendimento, em seguida o paciente realiza o teste, por último, a entrega do resultado e o aconselhamento.

Segundo Marcia Missaka, da Secretaria de Saúde de Itapevi, o diagnóstico precoce é muito importante para a qualidade de vida do paciente, já que a demora na detecção pode agravar as doenças, gerando complicações de saúde e aumentando o risco de contágio e de transmissão.

Embora a campanha Fique Sabendo, aconteça sempre em dezembro, os testes rápidos estão disponíveis na rede municipal de saúde o ano inteiro. O exame é gratuito e sigiloso.

Casos positivos

No ano passado, a Secretaria de Saúde realizou em Itapevi, 954 testes. Deste total, três casos deram positivo para HIV e 28 para sífilis. Os pacientes diagnosticados com HIV foram encaminhados ao SAE (Serviço de Assistência Especializada), na UBS Dr. Nicanor, no Jardim Rainha. Já os pacientes com sífilis são encaminhados para a unidade básica de saúde mais próxima da sua residência para iniciar o tratamento.

Sífilis

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2018, foram notificados 158.051 casos de sífilis, representando um aumento de 28,3% em relação a 2017, quando 119.800 casos foram notificados.

A sífilis é uma das infecções sexualmente transmissíveis (IST) mais comuns globalmente, e o aumento no número de casos aponta para a consolidação de um cenário de epidemia.

O tratamento da doença é feito com uso de antibióticos. Quanto mais rápido for diagnosticada mais fácil é o tratamento.

HIV

O Brasil teve um aumento de 21% no número de infecções pelo vírus HIV, que causa a aids, desde 2010. Em números absolutos, o país registrou 44 mil novos casos em 2010. Em 2018, esse número foi de 53 mil.

Caso o primeiro exame dê resultado positivo para HIV, o paciente recebe toda a assistência do serviço de saúde e realiza um segundo exame (esse de sangue) para confirmar o diagnóstico, 30 dias após o primeiro teste.

Confirmado o resultado, os serviços de saúde realizam as ações de assistência e orientação para o tratamento. Todas as pessoas diagnosticadas com HIV recebem tratamento gratuito pelo SUS.

Posts Relacionados

Prefeitura realiza ciclo de palestras sobre prevenção do suicídio

Alessandro Belcorso

Wellington Silva vence Corrida Oficial de Itapevi pela segunda vez  

Alessandro Belcorso

Em tempo de coronavírus, Itapevi faz PIT STOP para vacinar idosos

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO