24 C
Osasco
23 de novembro de 2019
Barueri

Cursos de artes atingem a marca de 8 mil alunos inscritos

Fotos: Bob Cruz

A Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri atingiu o número de 8 mil alunos inscritos nos cursos das Oficinas de Artes e dos Núcleos de Dança e de Música. São milhares de crianças, adolescente, jovens e adultos que estão frequentando aulas, aprendendo e produzindo arte no teatro, nas artes visuais, no circo, na música, na dança e no xadrez.

 

Com o aumento do número de alunos nos cursos de artes da Cultura o primeiro impacto sentido foi o de zerar as filas de espera que existiam em alguns polos de atendimento, como as bibliotecas. Mas uma das principais razões que serviu para trazer mais alunos às atividades artísticas foi a abertura de novas vagas de cursos já existentes como dança de salão, jazz, violão, desenho e pintura, entre outros.

 

Também a abertura de novos cursos como zumba, street dance e coral infantil serviu para o crescimento de inscritos. Outra estratégia que se mostrou bem sucedida foi a atuação de uma equipe de captação de vagas que divulgou a existência dos cursos em escolas municipais e estaduais, principalmente as próximas aos pontos de atendimento da Secretaria. Programas como Caravana da Família (que reúne professores, familiares e alunos em atividades de integração) e Caminhão da Cultura, foram outros vetores de divulgação e auxílio na ampliação do número de alunos.

 

“A cada momento, com planejamento e dedicação estamos firmando a marca da Cultura em nossa cidade. Colocando em prática a educação pela arte, envolvendo crianças, adolescentes e adultos no maravilhoso munda da criação e da produção artística”, ressaltou Jean Gaspar, secretário de Cultura e Turismo.

 

Em janeiro de 2020 estarão abertas as inscrições para as novas turmas de alunos nos cursos de artes.

Posts Relacionados

Um dos maiores Espetáculos de Ballet do Planeta se apresenta em Barueri   

Redação

Biblioteca Max Zendron vai ganhar espaço para fanzine

Alessandro Belcorso

Estão abertas as inscrições para o prêmio Professor Giz de Ouro

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO