21.7 C
Osasco
20 de outubro de 2019
Vampeta - Histórias do Velho Vamp

O passeio pelas pirâmides do Egito

Na época, eu jogava no Kuwait e fomos jogar na cidade de Cairo, no Egito, grande berço da civilização. Assim que cheguei, fiquei pensando: ”Poxa, a Cleópatra já esteve aqui, Júlio César…”. Queria passar pelo Rio Nilo, conhecer as pirâmides…  Então, lá pela recepção do hotel, demonstrei o meu desejo para um supervisor do clube. ”Então vai, pode ir”, disse ele.

Peguei a moeda kuwaitiana, cheguei na recepção, troquei e veio um saco de dinheiro. Me senti o cara mais rico do Egito  . Chamei um táxi, que me perguntou se queria ir de camelo ou de cavalo. Fui de camelo, lógico! Cavalo é o que mais tem em Nazaré das Farinhas , minha cidade natal.

Visitei as pirâmides e voltei para o hotel. Por lá, não encontrei nenhum dos meus companheiros kuwaitianos. Decidi sair de novo então. ”Girl, Girl!”, falei para o taxista, com o inglês arranhado, dizendo que queria ir em lugar cheio de mulher . Ele me levou num bar cheio de homem fumando. ”No, man! No, man! No good! Girl! Dance, dance! Girl”, reclamei .

Aí sim, o taxista me levou em outro lugar, encontrei as egípcias dançando… E quando eu olho para um canto encontro os vagabundos do meu time! Lá no Kuwait eles não conseguiam sair, nem fazer nada. Ficamos até às 06h da manhã.

Ali já conheci também o Mohamed Salah!  Foi ali que começou minha admiração pelo craque egípcio! Brincadeira, ele não devia nem ter nascido ainda…

Fui!

Posts Relacionados

Vampeta e Ronaldo: a garrafa de vinho do Papa e os travestis

Alessandro Belcorso

Histórias do Velho Vamp: Clodoaldo ria só de pensar que jogava no Corinthians

Vampeta

Histórias do Velho Vamp: O acordo entre Edílson e França nas Eliminatórias de 2002

Vampeta

DEIXE UM COMENTÁRIO