20.5 C
Osasco
18 de outubro de 2019
Gilmara Eid - Nutrição - Momento Saúde Saúde

Aveia e seus benefícios e indicações

 


A aveia é um cereal rico em proteínas, ferro, magnésio, fósforo, zinco, manganês, vitamina B1 e vitamina B5, além de ser excelente fonte de fibras solúveis.

Estudos mostram que esses nutrientes contribuem para o controle das taxas de colesterol e de açúcar no sangue, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares.

As fibras também melhoram o trânsito intestinal, evitando constipação, e estão associadas à diminuição do risco de câncer de cólon.

O cereal é também fonte de vitaminas B1 e B5. Entre outras funções, as vitaminas do complexo B garantem a produção de energia pelo organismo e o bom funcionamento do sistema nervoso e hormonal.

 

Alguns benefícios e indicações:
Ossos e dentes: por ter função remineralizante é preventivo contra cáries.
Diabetes: é útil como estabilizadora do nível de açúcar no sangue, porque estimula a atividade do pâncreas.
Energia: é recomendável para todos que tem alto desgaste físico e mental.
Crianças: ajuda no bom desenvolvimento físico e mental, para combater a apatia e acalmar a hiperatividade.

 

A aveia é um alimento de baixo índice glicêmico,ou seja, os carboidratos presentes nesse alimento são absorvidos lentamente, não provocando picos de glicemia e consequentemente de insulina. Esse tipo de carboidrato é o mais saudável e mais recomendado antes da prática de atividades físicas, pois mantém a absorção e disponibilização de carboidratos na corrente sanguínea por um longo período, além de aumentar a taxa de queima de gordura durante o exercício.

A melhor forma de utilizar a aveia é como em flocos ou farelo, pois é a forma que mais se preserva as fibras.

A aveia pode ser incluída polvilhando as frutas, em sucos e no preparo de receitas, como pães, cookies, panquecas, etc.

Posts Relacionados

João de Deus é o novo secretário de saúde de Osasco

Alessandro Belcorso

7ª Conferência Municipal de Saúde foi realizada na cidade

Alessandro Belcorso

Medida bloqueia redes sociais e YouTube em equipamentos de saúde

Jefferson Rolemberg Dias

DEIXE UM COMENTÁRIO