18.9 C
Osasco
27 de junho de 2019
Araçariguama Cidades

Programas do “CDHU” e “Nossa Casa” oferecem moradias para os habitantes.

Na última quinta-feira (07), o secretário da habitação de Araçariguama, Costa do Gás, esteve representando a prefeita Lilia Aymar junto a Secretaria Estadual da Habitação, em reunião conduzida pelo secretário da pasta habitacional do estado – Dr. Flávio Amary.

A reunião, que contou com a presença de vários prefeitos da região, teve como propósito a assinatura do convenio “Programa Cidade Legal”, com os municípios que ainda não possuíam, que não é o caso de Araçariguama. “Como já possuímos o Cidade Legal, fomos chamados para participar de outros programas, que visam auxiliar e muito a aquisição da casa própria em nosso município”, comentou Costa do Gás.

Para Araçariguama foram oferecidos os programas do “CDHU” e “ Nossa Casa”, sendo que para efetivar a assinatura do convenio, membros do CDHU e da diretoria da secretaria da habitação do estado, em no máximo dez dias, irão visitar a cidade para entender as reais necessidades, e procurar espaços(terrenos) onde as casas possam ser construídas.

“Traremos investimentos da iniciativa privada para aumentar a produção de moradias para atender principalmente a população mais carente, com renda de até cinco salários mínimos. O Estado entra com uma complementação, um subsídio, um cheque moradia, como foi colocado aqui, atendendo prioritariamente famílias que vivem com auxílio-moradia, completou o secretário Flavio Amary.

 

Entenda os programas que a prefeitura poderá assinar junto a Secretaria da Habitação.

O CDHU –  Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo – é um programa organizado pelo governo do estado em parceria com a Secretaria de Habitação, e é o maior programa de moradias populares que temos no nosso País. A principal meta desse programa é construir essas casas e apartamentos em todo território do estado de São Paulo

O programa Nossa Casa, da Secretaria da Habitação, irá oferecer cheques moradias de até R$ 30 mil para famílias com renda de até três salários-mínimos. Elas terão que arcar com financiamentos em torno de R$ 60 mil, que serão divididos em parcelas mensais de R$ 450. Em muitos casos, conforme a localização do empreendimento, as parcelas poderão ser menores. Terão prioridade as famílias que recebem auxílio-moradia.

Além do secretário municipal da habitação, Costa do Gás, a engenheira técnica e responsável de Araçariguama , Beatriz Bonifácio, também participou da reunião.

Posts Relacionados

2ª Cia do 14º BPM ganhará nova sede em Osasco

Alessandro Belcorso

Estão abertas as inscrições para a II Mostra de Dança do Pacto Cultural, no Embu

Alessandro Belcorso

Plantio de 110 mudas de cerejeira em evento marca início da programação da Semana de Educação Ambiental

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO