14.9 C
Osasco
26 de maio de 2019
Opinião Vampeta - Histórias do Velho Vamp

Histórias do Velho Vamp: Domingos e a sua elegância

divulgação

Eu, Domingos, Liédson e Obina somos todos da mesma região na Bahia. Quando chegamos lá, nos juntamos e formamos o famoso baba, né.

Todo mundo colocou a chuteira e o Domingos falou assim: ”Pô, vocês jogam bola o ano inteiro e na hora de descontrair vão usar chuteira? Vou jogar descalço”. Ninguém queria dividir uma bola com ele descalço, metia a porrada (risos).

A dupla de zaga sempre era Domingos e Fabão. Calor de 40 graus e o Grande (como é conhecido o Domingos) jogava descalço. Zagueiro é zagueiro. Ele tem muita história, sempre chegava com vontade nas divididas.

Uma vez, o xerife estava na Portuguesa e o Kléber Gladiador no Palmeiras. Na véspera da partida entre os dois, o Domingos me ligou e disse: ”Amanhã eu vou pegar o Kléber, Vamp. Pode ver que com 5 minutos já vou levar um cartão. Vou dar logo um pisão no pé dele”. No dia seguinte, eu ali acompanhando o jogo e ele realmente cumpriu a palavra (risos). Toda vez que enfrentava o Gladiador era assim

Posts Relacionados

A mulher do Edílson – Capetinha

Alessandro Belcorso

O dia em que Leonardo emprestou seu shampoo para Rivaldo

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO