18.9 C
Osasco
27 de junho de 2019
Cidades Esporte

Vôlei Osasco-Audax bate Brasília com facilidade e encara Barueri nas quartas de final

Equipe comandada pelo técnico Luizomar venceu por 3 sets a 0 , no ginásio José Liberatti, no encerramento da fase de classificação da Superliga Cimed. Agora prepara-se para o playoff contra o Hinode. Primeiro jogo será na próxima terça-feira (19), na casa do adversário

 

O Vôlei Osasco-Audax encerrou sua participação na fase de classificação da temporada 2018/19 da Superliga Cimed com vitória. Na noite desta sexta-feira (15), no José Liberatti, diante de sua torcida, passou pelo BRB Brasília por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/23 e 25/14, em 1h12min. Mesmo com o resultado positivo, manteve o quinto lugar na tabela e agora vai enfrentar o Hinode Barueri no playoff das quartas de final. O primeiro confronto será na próxima terça-feira (19), na casa do adversário, ginásio José Correa, a partir das 19h.

Para Paula Pequeno Pequeno, o jogo foi importante para encerrar o segundo turno de Osasco com chave de ouro (8 vitórias e 3 derrotas). “Sabíamos que elas iriam entrar sem responsabilidade. E por mais que a nossa classificação estivesse definida, prevaleceu o respeito. Jogamos o nosso melhor. A partida também foi importante para que todas pudessem entrar e pegar mais ritmo. Agora é foco total nas quartas de final”, analisou a ponteira, lembrando que Luizomar poupou Hooker e Mari Paraíba e colocou as demais atletas em quadra.

Premiação especial – Com 19 acertos, Angela Leyva foi a maior pontuadora da partida, sendo eleita a melhor em quadra para ganhar o VivaVôlei. A entrega do troféu foi especial. A ponteira peruana recebeu a premiação das mãos de Matheus Ferreira Lima. O jovem pernambucano, de 22 anos, mora em Recife e sempre comparece ao ginásio José Liberatti quando visita o tio Edson Rodrigues de Mello. “Foi uma emoção muito grande. Conheci a Leyva, o Luizomar, a Carol Albuquerque e a Camila Brait. Osasco vai ser campeão da Superliga”, cravou ele, que é deficiente visual e acompanha a partida pela narração do tio, em uma situação similar ao caso do menino Nickollas, torcedor palmeirense que tem a mãe como seus ‘olhos’ no estádio. “Desde o primeiro jogo do Matheus no ginásio, há quatro anos, procuro explicar o mais próximo do que estou enxergando. Tento funcionar como a visão dele, citando o nome das jogadoras, os movimentos. E ele acompanha também seguindo os sons do ginásio, da torcida”, explicou o tio.

Homenagem – Antes do início da partida, o superintendente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Renato D’Avila, entregou duas placas comemorativas no ginásio José Liberatti. Osasco ganhou pelo ‘conjunto da obra’, em função da marcante presença em todas as edições da Superliga. Pelo mesmo motivo, o fotógrafo João Pires, da Fotojump, também foi homenageado. Reconhecendo a força de Osasco na figura de seu torcedor, o técnico Luizomar entregou o troféu para representantes da torcida ‘Loucos de Osasco’, sempre presentes nas arquibancadas.

A partida – O jogo de Osasco demorou a fluir, mas fluiu. Depois de um início de partida em que o BRB Brasília conseguiu equilibrar as forças, as comandadas de Luizomar se encontraram. O fato se justifica em função de o time ter entrado em quadra com duas novidades. Lorenne e Paula Pequeno substituíram Hooker e Mari Paraíba, poupadas. A oposta norte-americana, por exemplo, havia extraído um dente no dia anterior. Com uma largadinha de Paula, as donas da casa abriram seis pontos (16/10). Walewska, na china, garantiu o 20/11 e Lorenne fechou em 25/19.

Osasco levou dois sustos no segundo set. Começou em ritmo forte, chegou a abrir 18/10, mas deixou Brasília ‘gostar do jogo’ e encostar. Luizomar precisou perdiu tempo quando sua equipe vencia por 21/17 e, na sequência, quando o marcador foi para 21/19. No final, as bolas de segurança com Angela Leyva funcionaram e o time da casa fechou em 25/23. Mas o grande susto foi a torção do tornozelo direito de Nati Martins, Ela se contundiu quando o Audax ganhava por 15/9 e foi substituída por Natasha. Apesar de tudo, a central saiu de quadra caminhando.

O terceiro set começou equilibrado, mas o maior volume de Osasco prevaleceu antes da metade da parcial. A equipe da casa encaminhou a vitória ao abrir vantagem. Com um ataque na entrada de rede, Angela Leyva fez 20/11. Um ace de Carol Albuquerque garantiu o 22/12. A peruana voltou a marcar no set point (24/13). Mas o ponto final veio em um erro de saque das adversárias: 25/14.

Vôlei Osasco-Audax jogou com Claudinha (2), Lorenne (9), Walewska (6), Nati Martins (5), Paula Pequeno (5), Angela Leyva (19) e a líbero Camila Brait. Entraram: Carol Albuquerque (2), Kika, Vivi (5), Domingas, Mayara, Natasha (2). Técnico: Luizomar de Moura.

O BRB Brasília jogou com Diana (5), Neneca (9), Renatinha (9), Natália (8), Angélica (3), Mimi Sosa (5) e a líbero Natália Silva. Entrou: Mariana. Técnico: Inácio Júnior

Patrocinadores – Para a temporada 2018/19, o Osasco Voleibol Clube conta com novos patrocinadores: Audax, Grupo Marquise, Grupo Resek (Reserva Raposo), Autopass (Cartão BOM) e Icone.

SUPERLIGA CIMED 2018/19 – 2º TURNO
18/01 – VÔLEI OSASCO-AUDAX 3 x 1 São Cristóvão Saúde/São Caetano – Osasco
25/01 – Sesi Vôlei Bauru 3 x 2 VÔLEI OSASCO-AUDAX – Bauru
29/01 – Pinheiros 0 x 3 VÔLEI OSASCO-AUDAX – São Paulo
08/02 – VÔLEI OSASCO-AUDAX 3 x 0 Hinode Barueri – Osasco
12/02 – VÔLEI OSASCO-AUDAX 3 x 0 Balneário Camboriú – Osasco
15/02 – Minas Tênis Clube 3 x 1 VÔLEI OSASCO-AUDAX – Belo Horizonte
22/02 – VÔLEI OSASCO-AUDAX 3 x 2 Sesc-RJ – Osasco
26/02 – Dentil/Praia Clube 3 x 1 VÔLEI OSASCO-AUDAX – Uberlândia
08/03 –  VÔLEI OSASCO-AUDAX 3 x 0 Curitiba Vôlei – Osasco
12/03 – Fluminense 0 x 3 VÔLEI OSASCO-AUDAX – Rio de Janeiro
15/03 – VÔLEI OSASCO-AUDAX 3 x 0 BRB/BRASÍLIA Vôlei – Osasco

 

fonte: ZDL / foto: João Pires

Posts Relacionados

Atletas de Osasco conquistaram o troféu São Paulo, neste final de semana

Alessandro Belcorso

Coleta seletiva: menos lixo mais oportunidades

Joyce Araújo

Osasco inaugura Hospital Público Veterinário no dia 23

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO