27.5 C
Osasco
23 de março de 2019
Barueri Cidades Cultura

Grupo “As Choronas” traz ao Parque Municipal o melhor do choro no dia 17

 

Dando continuidade às festividades dos 70 anos de Barueri, no dia 17, às 11h, o Cultura no Parque recebe “As Choronas”, grupo de choro formado só por mulheres que encanta o público com composições próprias e outros clássicos da música brasileira, ao ritmo de choro, baião, maxixe e samba.

As Choronas construíram carreira a partir da iniciativa pioneira de formar um grupo de choro feminino, algo raro até os dias de hoje. Desde então, a proposta bem-sucedida conquistou sólido reconhecimento no Brasil e no exterior. Ao longo dos mais de 20 anos de estrada, elas se apresentaram em países como Suécia, Portugal e Peru, além de turnês em diversas capitais brasileiras.

 

No repertório, além de canções próprias como “Choronas em Sampa”, de Ana Claudia Cesar, haverá também “Tico Tico no Fubá”, de Zequinha de Abreu, e “Trem das Onze”, de Adoniram Barbosa.

 

O choro, aliás, tem sido bastante prestigiado pela Secretaria de Cultura e Turismo, que criou um grupo específico para esse ritmo, formado por professores do Núcleo de Música. O objetivo é resgatar esse tradicional gênero da música brasileira, atraindo novos admiradores, incluindo os jovens. O show das Choronas será uma oportunidade para o público conferir de perto a qualidade desse tipo de música.

 

O grupo As Choronas é composto por quatro musicistas: Maicira Trevisan (flauta transversal), Ana Cláudia César (cavaquinho), Paola Picherzky (violão de 7 cordas) e Miriam Capua (percussão).

 

Serviço

Onde: Parque Municipal Dom José – rua Ângela Mirella, 500, Vila Porto

Quando: 17/03 (domingo), às 11h

Grátis

 

fonte: Valquiria Sirot / foto: Divulgação

Posts Relacionados

Vereadores aprovam alterações na LDO e no PPA em 1ª discussão

Alessandro Belcorso

Próximo agendamento para castração gratuita será de 3 a 8 de dezembro

Jefferson Rolemberg Dias

Secretaria de Cultura abre inscrições para artistas se apresentarem na cidade

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO