19.6 C
Osasco
12 de novembro de 2019
Alexandre Frassini - Rango do Alê Gastronomia

A Cozinha e a TV, um mundo diferente e interessante.

 

A Gastronomia, a Culinária, o Cozinheiro, o Ator metido a Cozinheiro, a Atriz que descobriu que é Cozinheira, os programas dos mais variados estilos, as competição na Cozinha, os Chef´s famosos, comerciais e a TV. Uma combinação que dá audiência, mexe com o publico e atiça a curiosidade de todos. Hoje vou dissertar um pouco sobre minha experiência nesse mundo.

Bom como já disse aqui não sou muito adepto desses programas de competição. Odeio cozinhar sobre pressão, fora a pressão natural da função. Mas já fiz, alias faço, programas deliciosos. E é desses programas que vou falar um pouco hoje.

A primeira experiência que tive na TV, foi como Produtor Culinario, que nada mais é do que o cara que compra os ingredientes, prepara a cena, o equipamento de cozinha que vai ser utilizado e monta o cenário com os componentes que serão utilizado na receita, enfim, tudo que for relacionado entre alimento e programa. Porém, havia uma peculiaridade nessa história. Era um vídeo aula de química para o EJA, Escola de Jovens e Adultos. Um professor de química, que não entendia nada de cozinha, ia explicar porque o bolo cresce, porque o ovo fritado fica de um jeito, cozido de outro, enfim, a ideia era mostrar a química na cozinha. Curiosamente eu estava com uma camisa jeans de manga cumprida e o professor também. Então, tiveram a ideia de eu preparar e o professor explicar como se fosse ele que estivesse com “a mão na massa”.  E fizemos assim. O resultado foi muito bacana, pois o professor explicava os mistérios da química, porém quando ele ia preparar a mão que aparecia trabalhando era a minha. As diferenças do tom de pele tiraram fácil na edição. Foi muito bacana e a vídeo aula ficou show.

Logo na sequencia, fui convidado para participar de um comercial para a marca americana Oster. Eles estavam lançando um novo liquidificador e convidaram a atriz Gabriela Freitas, que trabalhou na novela Carrossel, para ser a protagonista. Mais uma vez como Culinarista, lá fui eu. Logo na primeira cena, o primeiro desafio. Precisávamos de um salmão grelhado, onde a Gabriela ia despejar um molho que foi supostamente preparado pelo liquidificador. Eu como sabia previamente dessa cena, levei alguns filés de salmão pré-assado e fiz uns riscos com maçarico culinário, dando aquela sensação de marca de grelha. Decorei com umas pimentinhas em grão e deixei pronto para a Gabi despejar o molho. Por sorte, ou melhor, competência do diretor, fotografamos o prato antes, pois a Gabi errou a cena e despejou muito molho. Então peguei o filé e lavei ele no tanque do quintal, reforcei a marca da grelha com o maçarico, e decorei novamente com a pimenta com base na foto que o diretor tirou. A Gabi acertou a cena e finalizamos a primeira parte. Mas o mais legal ainda estava por vir. Os representantes da empresa estavam presentes ao local e queriam uma vitamina com cores fortes, de preferencia puxado para o vermelho. La fui eu, atrás de ingredientes para compor essa cena vitaminada. Peguei leite, geleia de framboesa, cathcup, amora, morango e tudo que encontrava que tinha cor avermelhada e fiz uma bela mistura. Ao bater no liquidificador eis que surge uma cor maravilhosa, bem ao estilo que eles queriam. E assim gravamos a ultima cena. E o comercial ficou divino.

Lógico que nessas duas experiências o alimento não foi consumido. A idéia principal era salvar as cenas, de forma que ela ficasse excelente na tela. O objetivo foi alcançado e essas foram as minhas primeiras experiências em vídeos para TV. Foi um grande aprendizado. Mas desafios maiores estavam por vir. Mas essas eu vou deixar para contar nas próximas colunas.

Até a mais,

 

 

 

 

Posts Relacionados

Temaky reinaugura restaurante no Pátio Osasco Open Mall nesta segunda-feira (14)

Alessandro Belcorso

Tempero é coisa séria. Sempre foi!

Alessandro Belcorso

Nhoque de Arroz Velho

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO