19.7 C
Osasco
23 de fevereiro de 2019
Rango do Alê

Tempero é coisa séria. Sempre foi!

 

O que seria do mundo sem os temperos? Já parou para analisar isso? E olha que não estou falando só de alimentação, hein! Vai muito, além disso. Não da para falar das mudanças na história, descobertas de novas terras, grandes navegações, batalhas, riquezas e dinastias, sem falar das valorosas Especiarias.  Não vou aqui dar aula de história, mas sim contar um pouco, mesmo de modo cru, algumas passagens que guardei de meus estudos. Por exemplo, qual o período do surgimento do tempero? Bom, podemos analisar de algumas formas. Se tempero é tudo que da um sabor diferente ao alimento, podemos dizer que surgiu à muitos séculos, alias antes de Cristo. Dizem que os Chineses descobriram a técnica de temperar carnes para evitar que elas apodrecessem e cheirassem mal durante as longas jornadas. Na realidade eles comiam carne podre temperada, mas pelo menos disfarçava o cheiro. Mas essa idéia de temperar a carne para mantê-la menos mal cheirosa foi usada por muitas civilizações. O que na época era uma necessidade, foi adaptada e ainda hoje é presente no nosso cardápio. Ou essa técnica não é parecida com a que usamos nos dias de hoje na carne de sol, camarão seco salgado, os ingredientes da feijoada e tantos outros? Pois é… Herança? Acredito que sim.

As especiarias também enriqueceram povos. A Ásia foi o berço dos temperos e até hoje deve parte de sua riqueza àquela época. Mas na Europa que ela se mostrou mais frequente em mudanças. A Itália,  por exemplo tinha dois canais, o de Genova e o de Venice  que simplificavam as navegações dos países da Europa para a Ásia em muitos dias, até meses. O que os italianos fizeram então afortunados pela sua geografia? Cobraram taxas altíssimas para permitir a travessia por seus canais. A Itália ficou ainda mais rica e incomodou outros países que acharam uma sacanagem e decidiram seguir pelos países baixos europeus. Porém esse trajeto era perigoso, e varias vezes foram atacados por piratas, mercenários ou sacrificados pelo clima.  Portugueses e Espanhóis então decidiram descobrir novos caminhos. Mudaram o mundo descobrindo novas terras e confirmando o que já se suspeitava, a Terra é redonda.

Tudo culpa dos Temperos. Alias o maior deles, o Sal, foi tão importante para a humanidade que na época do império romano o pagamento dos trabalhadores era feito em Sal, pois tinha o mesmo valor do ouro. Eis que dessa passagem surgiu a palavra que todos sonham ter até hoje, o Salario.

Nos dias atuais, os temperos ainda fazem parte importante no nosso cotidiano. Praticamente impossível pensar em viver sem eles. Dos mais variados, desde os naturais até os industrializados. Em grãos, em pó, em folhas in natura, em casca ou mesmo liquido. Cada um tem seu estilo, sua pitada, seu jeito. Temperar é dar alma ao paladar.

Eu tenho minhas preferencias. Mas gosto também de história. E como Cozinheiro e bom Paulistano eu adoro a zona cerealista de São Paulo. Temperos frescos, cheios de aroma e um preço convidativo. Tudo o que o cozinheiro gosta.

E nessas pesquisas e caminhos gastronômicos que sigo, conheci uma marca que traduz bem sentimento pelo tempero. A Br Spices. Uma empresa jovem e moderna, mas que preserva suas origens inspirada no conhecimento e na vivencia da Zona Cerealista de São Paulo. A Br Spices tem o tempero em seu DNA. A sensação é que estamos usando um produto fresco comprado nas lojas do centro de São Paulo, porem numa embalagem jovial, criativa e decorativa. Os mais variados temperos nacionais e do mundo todo. Temperos do Chile, Canada, India, Egito, Espanha, Argentina, Bulgaria, Albania, Sudão entre outros. A Br Spices tem um maquinário de ultima geração, que mistura os temperos por igual e te da a certeza de que todos os temperos seguem o mesmo padrão e contém as mesmas quantidades de ingredientes.

 

Criada pelo talentoso e renomado, Chef Gabriel Gustavo Daniel, a Br Spice foi criada em 2014 e mesmo jovem já vem se destacando no mercado com uma linha de produtos diversificados e  convidativos, divididos por categorias que me chamaram a atenção, como a Linha Fine Salt que é ideal para dietas, 100% integral e que contém toda qualidade mineral. Ou ainda a Linha Fit, mais saudável, sem sódio, aditivo ou conservante.

Fiquei muito feliz em conhecer a Br Spices. Vai fazer parte de minhas receitas. Essa eu indico, pois tempero é coisa séria e a Cozinha é  Criativa!

Conheça mais pelo site:  www.brspices.com.br

Abraços e até a próxima!

Posts Relacionados

Panquecas com Massa de Beterraba recheada com ricota, brócolis e cream cheese

Jefferson Rolemberg Dias

O Mistério das Aves Natalinas

Jefferson Rolemberg Dias

Nhoque de Arroz Velho

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO