17.6 C
Osasco
27 de junho de 2019
Alexandre Frassini - Rango do Alê Gastronomia

O Mistério das Aves Natalinas

 

Natal chegando e começam a pipocar nos Hipermercados as famosas aves natalinas. Não, não estou falando do tradicional Perú e sim dessas outras aves estranhas, como o  Chester, Fiesta, Blesser, Bruster, Supremo e outras mais.

Impressionante como vendem gato por lebre. O consumidor acredita que está comprando uma espécie rara, mas na realidade está comprando um frango criado de forma diferente e sabe-se lá porque, crescem mais do que o frango comum, mas não passa na realidade de um frango com grife. Cada marca tem a sua e entre eles escondem os segredos dessas aves a sete chaves. Você já viu alguma foto dessas aves?? Claro que não. Estranho não??

Outra coisa estranha nessa história é que órgãos responsáveis pela fiscalização diz não haver nenhum hormônio, nem química, nem nada de estranho na criação dessa espécie. As marcas se restringem a dizer que a raça é resultado de cruzamentos de espécies raras de frango. Oi??

Não to dizendo aqui que o frango não presta. Todos os anos, no Natal aqui de casa preparamos uma dessas aves. O sabor de todas se assemelham com o do frango normal. Porém percebe-se que o tempero é mais marcante. Acho até mais saboroso que o Perú, que acho muito seco. Mas pro meu paladar é somente um pedaço e basta. Gosto mais de outras carnes. Mas a ave não pode faltar, né?

Não seria mais bacana o pessoal abrir o jogo, mostrar claramente que espécie é essa? Será medo de espionagem industrial ou medo de revelar algo que não é comum. Ou seria ainda alguma ação de marketing.

 

Bom, não quero criar polemica. Alias já vi varias nas redes sociais sobre esse tema. Mas sempre que você esconde alguma informação referente a alimentação abre margem para essas discussões, não é mesmo.

Um dia quem sabe esses mistérios não serão revelados. Por enquanto é melhor acreditar nessas grandes empresas, e acreditar que elas realmente estão dizendo a verdade.

 

Só pra deixar esse tema ainda mais polemico deixo aqui uma pergunta para você querido leitor. Porque será que essas empresas dizem que não podem comercializar os ovos dessas aves, hein???

Polemica no ar!!! Feliz Natal!!!

Posts Relacionados

Rango do Alê – O impressionante e delicioso mundo dos Queijos

Rango do Alê

Nhoque de Arroz Velho

Alessandro Belcorso

Para garantir qualidade na entrega, Dídio Pizza aposta em treinamento e contratação CLT dos entregadores

Alessandro Belcorso

DEIXE UM COMENTÁRIO