23.9 C
Osasco
14 de agosto de 2020
Esporte

Oeste 1 x 2 Atlético-GO – Dragão vence com gol de morrinho artilheiro

Marcinho descontou, mas Renato Kayser deu a vitória para o time de Goiânia

Com ‘gol de morrinho’, o Atlético-GO conseguiu buscar a vitória por 2 a 1 contra o Oeste dentro da Arena Barueri e segue na briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda no primeiro tempo, Daniel Borges recuou rasteiro para Tadeu, mas a bola quicou em um buraco e tirou o goleiro da jogada, provavelmente no lance mais bizarro da 26ª rodada. Marcinho descontou logo em seguida, mas Renato Kayser deu a vitória para o time de Goiânia.

A segunda vitória consecutiva deixa o Atlético-GO com 43 pontos e chances reais de terminar a rodada no G4 – para isso precisa torcer pela derrota do Avaí diante do Paysandu fora de casa. Já o Oeste completou três jogos sem vencer na competição, com duas derrotas e um empate. O clube tem 34 pontos e já começa a se preocupar com o rebaixamento.

JOGO ABERTO

Em confronto aberto, o Atlético-GO criou a primeira oportunidade de perigo com 13 minutos de bola rolando. Jonathan recebeu de Renato Kayser, entrou em velocidade na grande área e tentou devolver para o meio, mas jogou nas mãos de Tadeu. Na sequência, em resposta, Pedrinho recebeu na frente, fintou a marcação e deixou com Marcinho, que soltou uma bomba, exigindo boa defesa do goleiro Jefferson.

Só que o primeiro gol da partida saiu em um lance bizarro. A marcação do Oeste ganhou pelo alto no meio de campo e recuou com Daniel Borges. O lateral direito, pressionado, resolveu recuar para Tadeu. A bola foi na força certa, em linha reta, mas, na hora que o camisa um iria estourar para frente, ela quicou no morrinho artilheiro, tirou o goleiro da jogada e morreu no fundo das redes, aos 31 minutos.

(Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC)

(Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC)

Mesmo com a falha, o Oeste não se intimidou dentro de casa e conseguiu a resposta logo na sequência. Com 33 minutos, o time começou uma jogada pela esquerda, trabalhou o contra-ataque em velocidade e encontrou Marcinho pelo meio. Ele dominou na frente, ajeitou o corpo e pegou bonito na bola, mandando no cantinho de Jefferson, que não teve a menor chance. Com o jogo equilibrado, o empate no primeiro tempo era justo.

CONTROLOU

Na etapa final, com apenas seis minutos, Zé Love poderia ter virado a partida. O experiente camisa 18 recebeu pela esquerda, gingou em cima da marcação e bateu firme, mas Jefferson conseguiu jogar para a linha de fundo. Na sequência, com oito, Pedro Bambu também quis arriscar para o Atlético-GO, o goleiro Tadeu deu rebote e a bola sobrou no pé de Renato Kayser, que só escorou para o fundo das redes e deixou o clube novamente em vantagem.

A frente do placar mais uma vez, o Atlético-GO não quis mais dar brecha para o azar. O time passou a controlar mais a posse de bola, trocado passes no meio de campo e se arriscando bem menos. Já o Oeste subiu as linhas de marcação buscando acertar uma pressão na saída de bola para tentar novamente o empate. Com 34, João Paulo recebeu de Júlio César e tocou na saída de Tadeu, mas a bola caprichosamente tocou a trave e não entrou.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo só no próximo, dia 15 de setembro. No estádio Olímpico Pedro Ludovico, o Atlético-GO faz o clássico com o Goiás, às 19 horas, enquanto o Oeste recebe a Ponte Preta novamente na Arena Barueri, às 21 horas, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

FICHA TÉCNICA

Fase

Única
Rodada

26ª rodada
Local

Arena Barueri – Barueri (SP)
Árbitro

Wanderson Alves de Sousa (MG)
Renda

R$ 5.580,00.
Assistentes

Márcio Eustáquio Sousa Santiago (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG)
Público

883 torcedores.
Cartões Amarelos

Oeste-SP: Betinho, Zé Eduardo, Raphael Luz
Atlético-GO: Tomas Bastos, Júlio César, Gilvan, João Paulo, Rômulo
Gols

Oeste-SP: Marcinho 33′ 1T
Atlético-GO: Daniel Borges 31′ 1T (contra), Renato Kayser 8′ 2T
Oeste-SP

Tadeu;
Daniel Borges, Patrick, Leandro Amaro e Guilherme Romão;
Betinho, Marcinho e Mazinho (Zé Eduardo);
Marciel (Léo Castro), Pedrinho (Luquinhas) e Raphael Luz.
Técnico: Roberto Cavalo
Atlético-GO

Jefferson;
Jonathan, Oliveira, Gilvan e Mascarenhas;
Pedro Bambu, Rômulo e João Paulo (Denílson);
Júlio César (Lucas Rocha), Renato Kayser (Tomas Bastos) e André Luís.
Técnico: Cláudio Tencati
fonte: futebol interior

Posts Relacionados

Basquete Osasco vence a primeira no Campeonato Paulista

Alessandro Belcorso

Itapevi recebe torneio de MMA no Estádio Municipal em 22 de fevereiro

Alessandro Belcorso

Confira como ficaram os grupos da Segunda Fase da Copa Paulista

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO