20.5 C
Osasco
24 de janeiro de 2020
Cidades Osasco

Médicos são afastados após morte de bebê na Maternidade Amador Aguiar

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, determinou o afastamento do neonatologista e da enfermeira obstetra que estavam de plantão quando da morte de um bebê recém-nascido na Maternidade Amador Aguiar. O afastamento dos profissionais será mantido até o término da sindicância instaurada na Secretaria de Saúde.

Além disso, a Secretaria de Saúde instaurou procedimento que está encaminhando para que outra sindicância seja instaurada na Secretaria de Assuntos Jurídicos, também a pedido do prefeito, e que apurará as responsabilidades pelo ocorrido.

A sindicância interna na Secretaria de Saúde é conduzida pela Comissão de Ética Médica, que analisa os fatos e cujos resultados serão informados aos órgãos que regula as profissões, portanto o CRM (Conselho Regional de Medicina) e o COREN (Conselho Regional de Enfermagem). Já a sindicância a ser instaurada na Secretaria de Assuntos Jurídicos apurará as responsabilidades civis e administrativas dos envolvidos, aplicando as punições cabíveis.

Ambas as sindicâncias serão concluídas em menos de um mês.

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA DE OSASCO

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, determinou o afastamento do neonatologista e da enfermeira obstetra que estavam de plantão quando da morte de um bebê recém-nascido na Maternidade ‘Amador Aguiar’. O afastamento dos profissionais será mantido até o término da sindicância instaurada na Secretaria de Saúde.
Além disso, a Secretaria de Saúde instaurou procedimento que está encaminhando para que outra sindicância seja instaurada na Secretaria de Assuntos Jurídicos, também a pedido do prefeito, e que apurará as responsabilidades pelo ocorrido.
A sindicância interna na Secretaria de Saúde é conduzida pela Comissão de Ética Médica, que analisa os fatos e cujos resultados serão informados aos órgãos que regula as profissões, portanto o CRM (Conselho Regional de Medicina) e o COREN (Conselho Regional de Enfermagem). Já a sindicância a ser instaurada na Secretaria de Assuntos Jurídicos apurará as responsabilidades civis e administrativas dos envolvidos, aplicando as punições cabíveis. 
Ambas as sindicâncias serão concluídas em menos de um mês”.

Posts Relacionados

Taboão da Serra e Barueri podem ganhar rede de ensino canadense

Alessandro Belcorso

Abertas inscrições para cursos profissionalizantes

Joyce Araújo

Mais de 180 vagas de emprego são anunciadas em Taboão da Serra

Jefferson Rolemberg Dias

DEIXE UM COMENTÁRIO